12 de jul de 2017

Saiba mais quais são os benefícios das delícias de festa junina Festa junina é uma comemoração típica que está relacionada à igreja Católica, uma vez que as comemorações estão ligadas aos santos desta religião. Além das danças em volta da fogueira de São João, as comidas são os destaques da comemoração. Além disso, a festividade tem um papel importante na alimentação, uma vez que a partir de um equilíbrio entre os alimentos típicos podem ser obtidos os macros nutrientes que o organismo necessita. Os produtos mais encontrados na alimentação das festas juninas são o milho e o amendoim. Com origem mexicana, o milho é um alimento que possui alto valor energético, e que serve de base para o preparo de quase todos os alimentos consumidos nas festas juninas, como a canjica, curau, bolo, mingau de milho e o próprio milho cozido. O amendoim é originário da América do Sul, além de ser um dos principais cultivos da África, fazendo parte de vários pratos da culinária. A nutricionista da CISE – Clínica Integrada santo Expedito, Luana Simões, pontua sobre os valores nutricionais e benefícios destes alimentos à saúde. “O milho é um alimento energético, fonte de folato e tiamina responsáveis pela produção de glóbulos vermelhos e por auxiliar o sistema nervoso em sua atividade de transmissão de mensagens pelos neurônios. Rico em fibras, ajudando a manter o bom funcionamento do intestino. Possui vitaminas A e C, e minerais como ferro e potássio”, diz. O milho proporciona ainda outros benefícios à saúde, entre eles: proteção das células; redução de níveis do colesterol; ajuda a controlar o açúcar no sangue, previne problemas cardíacos e retarda o envelhecimento. Já o amendoim é fonte de vitamina E, e um excelente antioxidante, com ação preventiva no envelhecimento precoce, contém ferro e ácido fólico, ambos essenciais na dieta de gestantes para a boa formação do bebê. Outro ponto que merece destaque é que as iguarias são fontes de tiamina, também conhecida como vitamina B1, é uma vitamina hidrossolúvel que pertence ao complexo B. Consumo moderado Luana Simões explica, também, que, além das calorias a mais, os alimentos comumente ingeridos durante as festas juninas também podem influenciar no colesterol alto e na taxa de glicose. “Apesar de serem nutritivos, os pratos típicos das festividades juninas à base de milho de amendoim são calóricos, portanto, devem ser consumidos com cautela, pois as delícias são, ainda, repletas de açúcar”, afirma. “O cuidado deve ser redobrado nas preparações, pois as delícias são, ainda, repletas de açúcar. Mas, sabendo dosar, nada mais gostoso que experimentar a canjica, a paçoquinha e o irrecusável pé de moleque, complementa. Sobre a CISE – Clínica Integrada Santo Expedito: Projetada em 2004, a CISE- Clínica Integrada Santo Expedito, reúne um espaço amplo e infraestrutura singular, com tecnologia de ponta e corpo clínico gabaritado que, de forma integrada, trabalham com o objetivo de disponibilizar aos pacientes tratamento completo e individualizado. O espaço conta com sete consultórios, sendo dois odontológicos, além de quatro salas de espera e uma sala de expurgo. Entre as especialidades médicas que a clínica disponibiliza, destacam-se: clínica geral, ginecologia-obstetrícia, mastologia, pediatria, dermatologia, nutrição, urologia, pneumologia, cardiologia, gastroenterologia, fonoaudiologia, psicologia, medicina do trabalho, ultrassonografia em geral, além de odontologia e as especialidades em dentística, endodontia e periodontia.



Saiba mais quais são os benefícios das delícias de festa junina

Festa junina é uma comemoração típica que está relacionada à igreja Católica, uma vez que as comemorações estão ligadas aos santos desta religião. Além das danças em volta da fogueira de São João, as comidas são os destaques da comemoração. Além disso, a festividade tem um papel importante na alimentação, uma vez que a partir de um equilíbrio entre os alimentos típicos podem ser obtidos os macros nutrientes que o organismo necessita.

Os produtos mais encontrados na alimentação das festas juninas são o milho e o amendoim. Com origem mexicana, o milho é um alimento que possui alto valor energético, e que serve de base para o preparo de quase todos os alimentos consumidos nas festas juninas, como a canjica, curau, bolo, mingau de milho e o próprio milho cozido. O amendoim é originário da América do Sul, além de ser um dos principais cultivos da África, fazendo parte de vários pratos da culinária.

A nutricionista da CISE – Clínica Integrada santo Expedito, Luana Simões, pontua sobre os valores nutricionais e benefícios destes alimentos à saúde. “O milho é um alimento energético, fonte de folato e tiamina responsáveis pela produção de glóbulos vermelhos e por auxiliar o sistema nervoso em sua atividade de transmissão de mensagens pelos neurônios. Rico em fibras, ajudando a manter o bom funcionamento do intestino. Possui vitaminas A e C, e minerais como ferro e potássio”, diz.

O milho proporciona ainda outros benefícios à saúde, entre eles: proteção das células; redução de níveis do colesterol; ajuda a controlar o açúcar no sangue, previne problemas cardíacos e retarda o envelhecimento. Já o amendoim é fonte de vitamina E, e um excelente antioxidante, com ação preventiva no envelhecimento precoce, contém ferro e ácido fólico, ambos essenciais na dieta de gestantes para a boa formação do bebê. Outro ponto que merece destaque é que as iguarias são fontes de tiamina, também conhecida como vitamina B1, é uma vitamina hidrossolúvel que pertence ao complexo B. 

Consumo moderado

Luana Simões explica, também, que, além das calorias a mais, os alimentos comumente ingeridos durante as festas juninas também podem influenciar no colesterol alto e na taxa de glicose. “Apesar de serem nutritivos, os pratos típicos das festividades juninas à base de milho de amendoim são calóricos, portanto, devem ser consumidos com cautela, pois as delícias são, ainda, repletas de açúcar”, afirma.

 “O cuidado deve ser redobrado nas preparações, pois as delícias são, ainda, repletas de açúcar. Mas, sabendo dosar, nada mais gostoso que experimentar a canjica, a paçoquinha e o irrecusável pé de moleque, complementa.  



Sobre a CISE – Clínica Integrada Santo Expedito:
Projetada em 2004, a CISE- Clínica Integrada Santo Expedito, reúne um espaço amplo e infraestrutura singular, com tecnologia de ponta e corpo clínico gabaritado que, de forma integrada, trabalham com o objetivo de disponibilizar aos pacientes tratamento completo e individualizado.
O espaço conta com sete consultórios, sendo dois odontológicos, além de quatro salas de espera e uma sala de expurgo. Entre as especialidades médicas que a clínica disponibiliza, destacam-se: clínica geral, ginecologia-obstetrícia, mastologia, pediatria, dermatologia, nutrição, urologia, pneumologia, cardiologia, gastroenterologia, fonoaudiologia, psicologia, medicina do trabalho, ultrassonografia em geral, além de odontologia e as especialidades em dentística, endodontia e periodontia.

Nenhum comentário: