18 de nov de 2016

Comitiva do Ministério do Trabalho participa de missão sobre trabalho decente na Tanzânia

Grupo viaja na próxima semana com representantes da ABC, Ministério da Fazenda e OIT
Um grupo de três técnicos do Ministério do Trabalho estará na Tanzânia (costa leste da África), a partir da próxima segunda-feira (14) até domingo (18). Eles integram a delegação brasileira do Projeto de Cooperação Sul-Sul para a Promoção do Trabalho Decente em Países Produtores de Algodão na África e América Latina. Também fazem parte da delegação representantes da Agência Brasileira de Cooperação (ABC) do Ministério das Relações Exteriores, do Ministério da Fazenda e da Organização Internacional do Trabalho (OIT).
A secretária de Inspeção do Trabalho do Ministério do Trabalho, Maria Teresa Pacheco Jensen, explica que essa é uma viagem de prospecção. “Nós vamos ouvir o que eles têm a nos dizer a respeito da realidade local e visitar alguns lugares. Depois, apresentaremos o que temos aqui para vermos como nossa realidade pode contribuir com a deles. Nós, do Ministério do Trabalho, falaremos sobre como a inspeção do trabalho se organiza no Brasil e sobre o combate ao trabalho infantil”, explica. Essa será a terceira viagem da comitiva, que já esteve no Paraguai e em Mali e deve visitar posteriormente Moçambique e Peru.
O projeto - É uma parceira entre o governo brasileiro, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) e o Instituto Brasileiro do Algodão (IBA). Ele foi assinado em 2015 com o objetivo de contribuir para a promoção do trabalho decente com ênfase nos Direitos e Princípios Fundamentais do Trabalho e a melhoria das condições de trabalho em países em desenvolvimento produtores de algodão.
A cooperação Sul-Sul - É a modalidade de cooperação técnica internacional entre países em desenvolvimento que compartilham desafios e experiências semelhantes. Na última década, o Brasil investiu esforços e recursos em programas voltados a países da América Latina e Caribe, África e Ásia, por meio da Agência Brasileira de Cooperação.

Nenhum comentário: