27 de ago de 2016

Obra do cineasta Pier Paolo Pasolini é tema do ciclo gratuito Tela Clássica, no Sesc Pinheiros



Filmes como “O Evangelho Segundo São Mateus”, “Medeia, A Feiticeira do Amor” e o polêmico “Saló” serão exibidos na mostra

Agosto e Setembro


(imagens: reprodução)

Em setembro, o Sesc Pinheiros dá continuidade ao projeto Tela Clássica com destaque aos filmes de um dos maiores nomes da história do cinema, o diretor italiano Pier Paolo Pasolini (1922 – 1975). Grandes obras que marcaram a carreira do cineasta serão exibidas gratuitamente até 27 de setembro, com sessões às terças-feiras, às 20h.

Dentre os destaques estão premiados Os Contos de Canterbury (1972 - Urso de Ouro no Festival de Berlim);  Decameron(1971 - Prémio Especial do Júri no Festival de Berlim) e o polêmico Salò ou 120 dias de Sodoma (1975), baseado na literatura de Marquês de Sade.

SOBRE PIER PAOLO PASOLINI
Intelectual. Homossexual assumido. Anarquista. Transgressor. Esses são alguns dos termos associados a Pier Paolo Pasolini. Nascido em Bologna (ITA) em 1922, era licenciado em literatura e iniciou sua carreira como poeta, professor e editor de revistas literárias. Foi exatamente através de sua atuação como escritor que Pasolini se fez notar pelos cineastas que passaram a procurá-lo para roteirizar seus argumentos, a exemplo de Mario Soldati com seu La Donna del Filme (1955)  e Federico Fellini com Noites de Cabiria (1957). A partir daí sua carreira mergulha de vez no cinema. Como diretor estreia em 1961 com Accatone – Desajuste Social e cria toda uma filmografia sob a égide da polêmica e da transgressão. Como intelectual de atuação ímpar no cenário italiano e ocidental nas décadas de 1960 e 1970, Pasolini investigou o comunismo o cristianismo e a sensualidade humana, fazendo de sua arte um verdadeiro manifesto político, vivo e atuante.
Pasolini faleceu em 1975, assassinado em circunstâncias obscuras, em Óstia (ITA).

SOBRE TELA CLÁSSICA
Ciclos dedicados à memória e à obra dos cineastas mais representativos da história do cinema mundial. O projeto contempla nomes que inventaram a linguagem fílmica, desbravaram os caminhos da moderna produção cinematográfica e possibilitaram a evolução de uma indústria que une arte, tecnologia e entretenimento. Fritz Lang, Luis Buñuel, Serguei Eisenstein, Akira Kurosawa, Vittorio de Sica, Rainer Werner Fassbinder David Lean já foram homenageados no projeto.

PROGRAMAÇÃO - SETEMBRO

Dia 6/9, terça, às 20h
Decameron (Il Decameron) - Direção: Pier Paolo Pasolini. Itália,1971, 110 min. Colorido. Comédia. Drama. Projeção Digital.
Sinopse: Adaptação cinematográfica de nove contos do Decameron de Giovanni Boccaccio.
Com: Franco Citti, Ninetto Davoli, Pier Paolo Pasolini.

Dia 13/9, terça, às 20h
Os Contos de Canterbury (I Racconti di Canterbury) - Direção: Pier Paolo Pasolini. Itália/França, 1972, 112 min. Colorido. Drama. Projeção Digital.
Sinopse: Peregrinos que viajam rumo à Catedral de Canterbury, passam a relatar contos eróticos como forma de passar o tempo. Baseado nos contos de Geoffrey Chaucer escritos no século XIV. Com: Franco Citti, Laura Betti, Hugh Griffith.

Dia 20/09, terça, às 20h
As Mil e uma Noites (Il Fiore delle Mille e una Notte) - Direção: Pier Paolo Pasolini. Itália,1974, 130 min. Colorido. Drama. Projeção Digital.
Sinopse: Várias histórias entrelaçadas, que têm como fio condutor as desventuras de Nured-Din em busca da sua escrava Zumurrud. Filme que completa a Trilogia da Vida, junto a Decameron e Os Contos de Canterbury. Com Ninetto Davoli, Franco Merli, Ines Pellegrini.


Dia 27/9, terça, às 20h
Salò ou 120 dias de Sodoma (Salò o le 120 Giornate di Sodoma) - Direção: Pier Paolo Pasolini.
Itália/França, 1975, 116 min. Colorido. Drama. Projeção Digital.
Sinopse: Durante o outono de 1944, um grupo de jovens é sequestrado por quatro dirigentes fascistas para serem usados em uma série de torturas e experimentos sádicos. Baseada no livro de Marquês de Sade, Os 120 Dias de Sodoma. Com: Poolo Bonacelli, Giorgio Cataldi, Aldo Valletti.

SERVIÇO PARA TODAS AS SESSÕES
Local: Auditório (3º andar) - 98 lugares
Classificação etária: Não recomendado para menores de 18 anos
Grátis.Retirada com 1 hora de antecedência.

SESC PINHEIROS
Endereço: Rua Paes Leme, 195.

Bilheteria: Terça a sábado das 10h às 21h. Domingos e feriados das 10h às 18h.
Tel.: 11 3095.9400.

Estacionamento com manobrista: Terça a sexta, das 7h às 22h; Sábado, domingo, feriado, das 10h às 19h. Taxas / veículos e motos: Matriculados no Sesc: R$ 7,50 nas três primeiras horas e R$ 1,50 a cada hora adicional. Não matriculados no Sesc: R$ 10,00 nas três primeiras horas e R$ 2,50 a cada hora adicional. Para atividades no Teatro Paulo Autran, preço único: R$ 7,50.

Transporte Público
Metrô Faria Lima – 500m
Estação Pinheiros – 800m


Sesc Pinheiros nas redes
Facebook, Twitter e Instagram: @sescpinheiros

Nenhum comentário: