27 de ago de 2016

Instituto Olga Kos promove festival de taekwondo em São Paulo

Evento tem como objetivo fomentar a participação de pessoas com deficiência intelectual em eventos esportivos.
A cidade de São Paulo receberá, no dia 10 de setembro, um evento que mostra, na prática, o poder do esporte quando o assunto é a inclusão social. Trata-se do Festival de Taekwondo Olga Kos, que acontecerá no Ginásio Esportivo do Clube Escola, no bairro da Mooca, das 10h às 12h30. O evento esportivo é organizado pelo Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural (IOK), que promove oficinas de artes e esportes para cerca de 3.500 pessoas com deficiência intelectual, sobretudo autismo e síndrome de Down, em São Paulo. Parte das vagas dos projetos do IOK também são voltadas a pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade social, moradoras dos locais próximos de onde as oficinas acontecem. Desta forma, pretende-se criar uma maior interação entre pessoas com e sem deficiência.
O Festival de Taekwondo Olga Kos tem como objetivo fomentar a participação de pessoas com deficiência intelectual, beneficiários dos projetos do Instituto Olga Kos em eventos esportivos, buscando, desta forma, promover a inclusão social entre elas, seus familiares e a comunidade. “A iniciativa visa chamar a atenção de toda a sociedade para as questões deinclusão da pessoa com deficiência, bem como destacar a importância e o papel da família neste processo, despertar o desenvolvimento da diversidade e eliminar os preconceitos”,destaca Olga Kos, vice-presidente do IOK. 
O evento contará com a apresentação de instrutores e participantes de quatro projetos de taekwondo do IOK. A modalidade passou a ser oferecida pelo Instituto em 2009, quanto sua equipe notou, por meio de pesquisas, que os participantes das oficinas de artes tinham dificuldades relacionadas a áreas como locomoção, respiração e equilíbrio. Além de promover um melhor preparo físico e motor, o karate e o taekwondo (as duas modalidades oferecidas pelo IOK) ajudam os participantes a desenvolver o raciocínio e estimulam a disciplina, o companheirismo, a comunicação e a autoestima. 
O evento terá tendas, entrega de kit com camiseta, squeeze e lanche para os participantes, alémde estrutura médica com ambulâncias. Após as apresentações, todos receberão medalhas de participação.
Festival de Taekwondo Olga KosQuando: 10 de setembro
Horário: das 10h às 12h30
Onde: Ginásio Esportivo do Clube Escola
Rua Taquari, 635 – Mooca, São Paulo

Sobre o IOKSobre o Instituto Olga Kos
www.institutoolgakos.org.brFundado em 2007, o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural (IOK) é uma associação sem fins econômicos, comqualificação de Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), que desenvolve projetos artísticos e esportivos, aprovados em leis de incentivo fiscal, para atender, prioritariamente, crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual. Além disso, parte das vagas dos projetos é destinada a pessoas sem deficiência, que se encontram em situação devulnerabilidade social e residem em regiões próximas aos locais onde as oficinas são realizadas. OInstituto Olga Kos conta com uma equipe multidisciplinar formada por artistas plásticos, arte-educadores, psicólogos, educadores físicos, fisioterapeutas, mestres em Karate-Do e Taekwondo, profissionais multimídia e pedagogos. As oficinas de esportes buscam incentivar a prática esportiva (Karate-Do e Taekwondo), estimular o desenvolvimento mo­tor e melhorar a qualidadede vida dos participantes. Já as oficinas de artes buscam divulgar a diversidade cultural e artísticade nosso país, expandir o acesso à cultura, incentivar o exercício da arte e desenvolver os canaisde comunicação e expressão dos participantes, por meio dos programas: “Pintou a Síndrome do Respeito” e “Resgatando Cultura”. Todas estas atividades procuram garantir que a pessoa comdeficiência intelectual reúna condições de participar de forma mais efetiva da sociedade da qual ela faz parte. Além disso, o  IOK desenvolve a articulação de redes de apoio para geração derenda e inclusão no mercado de trabalho, por meio de parcerias com instituições que promovem o aprendizado de habilidades profissionais.

Nenhum comentário: