27 de mai de 2016

Série pernambucana para TV ‘Se Cria Assim’ ganha exibição nacional

Série pernambucana para TV ‘Se Cria Assim’ ganha exibição nacional



Com direções de Cláudio Assis, Walter Carvalho e Beto Brant, produção se debruça sobre a origem da criação artística de quatro artistas plásticos brasileiros


A obra de arte tal qual estamos acostumados a nos deparar, em seu estado final, acabado, em exposição em espaço público ou privado omite, muitas vezes, a estória por trás dela, do processo que levou o artista a chegar àquele resultado. O chamado processo criativo é o que se pretende explorar na série Se Cria Assim, realizada pela produtora pernambucana Perdidas Ilusõesleia-se Cláudio Assis.

Criada para a TV, o documentário - que homenageia o poeta e ceramista caruaruense Manuel Galdino - é formado por quatro episódios que percorrem as idiossincrasias, modos, manias, vivências e experiências de artistas pernambucanos, de diferentes gerações: Paulo Bruscky, Rodrigo Braga, Marcelo Silveira e Bruno Vilela. Após a estreia, e única exibição, no último Cine PE, do episódio ‘Paulo Bruscky’, Se Cria Assim ganha as telas da TV brasileira e será exibida, durante dois anos, no canal Arte 1/Band, a partir de julho.

A série reuniu um time de peso, como os cineastas Cláudio Assis (Amarelo Manga, Baixio das Bestas, Febre do Rato) - que assina a direção-geral -, Walter Carvalho (Cazuza, Carandiru, Central do Brasil) Beto Brant (O Invasor, Cão Sem Dono) - responsáveis pela co-produção, além de direções de Fotografia de Pedro Sotero  (Aquarius, Permanência, O Som ao Redor) e de Marcelo Lordello (Eles Voltam). A Produção foi de Camila Valença, com curadoria da ex-galerista Mariana Moura.

“O foco do roteiro não esta na técnica, no resultado plástico, mas no fazer, no dia a dia, no contexto em que se insere o artista. Cada um trabalha de forma diferente, porém, para todos, o fazer artístico se confunde com a própria necessidade de sobreviver, a arte não é escolha em suas vidas, mas necessidade.”, explica o cineasta Cláudio Assis.

Se Cria Assim é mais uma produção da produtora Perdidas Ilusões, que conta ainda com diversos outros projetos em andamento, como: a estreia do longa Big Jato, prevista para junho; a finalização da série Ouro Velho (direção Claudio Assis e Lírio Ferreira, com a participação de Lirinha), realização do documentário VIVO! - sobre a vida de Alceu Valença; pré-produção da série Chabadabadá - com 10 diretores pernambucanos baseado no livro de Xico Sá; e produção do filme Piedade, novo longa-metragem de Cláudio Assis.

A produtora pretende executar mais uma temporada para a série, o Se Cria Assim 2. Inclusive com algumas pílulas já gravadas, exploraria a obra de quatro outros artistas, pré-selecionados, sendo eles: Cristina Machado, Mauricio Silva, Cuquinha e Kilian Glasner.

SERVIÇO

Parabólica Brasil e Perdidas Ilusões apresentam:
Série para a TV Se Cria Assim - estreia início de julho, no canal ARTE 1/ Band.

Direção Geral: Claudio Assis
Produção: Camila Valença
Co direção: Beto Brant e Walter Carvalho
Curadoria: Mariana Moura

FICHAS-TÉCNICAS POR FILME

Parabólica Brasil e Perdidas Ilusões apresentam:

Filme PAULO BRUSCKY   - duração: 26 minutos
Diretor Geral da Série: Cláudio Assis
Diretor: Walter Carvalho
Produção: Camila Valença
Diretor de Fotografia: Pedro Sotero
Produção Executiva: Stella Zirmeman
Diretora de Produção: Bárbara Maranhão
Som Direto: Osman Assis
Montagem: Arthur Frazão, edt.
Música: Bianca Gismonti
Edição de Som: Catarina Apolônio
Mixagem: Estúdio Carranca
Co- Produção: Agira Filmes e Bárbaros
Segunda Câmera: Bacco Andrade
Filme RODRIGO BRAGA –  duração: 26’

Diretor Geral da Série: Cláudio Assis
Diretor: Cláudio Assis
Produção: Camila Valença
Diretor de Fotografia: Pedro Sotero
Produção Executiva: Stella Zirmeman
Diretora de Produção: Rosinha Assis
Som Direto: Phelipe Cabeça
Montagem: Camila Valença
Trilha Sonora: Lirinha
Edição de Som: Catarina Apolônio
Mixagem: Estúdio Carranca
Co- Produção: Agira Filmes e Bárbaros
Segunda Câmera: Rafael Cabral

Filme BRUNO VILELA – duração: 26’
Diretor Geral da Série: Cláudio Assis
Diretor: Beto Brant
Produção: Camila Valença
Diretor de Fotografia: Leleco Maestrelli
Produção Executiva: Stella Zirmeman
Diretora de Produção: Bárbara Maranhão
Som Direto: Osman Assis
Montagem: Juliana Munhoz
Trilha Sonora: Lirinha
Edição de Som: Catarina Apolônio
Mixagem: Estúdio Carranca
Co- Produção: Agira Filmes e Bárbaros
Segunda Câmera: Matheus Brant

Filme MARCELO SILVEIRA – duração:  26’

Diretor Geral da Série: Cláudio Assis
Diretor: Cláudio Assis
Produção: Camila Valença
Diretor de Fotografia: Marcelo Lordelo
Produção Executiva: Stella Zirmeman
Diretora de Produção: Bárbara Maranhão
Som Direto: Osman Assis
Montagem: Camila Valença
Trilha Sonora: Lirinha
Edição de Som: Catarina Apolônio
Mixagem: Estúdio Carranca
Co- Produção: Agira Filmes e Bárbaros
Assistente de fotografia: Flávio Gusmão


 

Sandra Camillo
Editora Chefe
https://www.facebook.com/sandra.camillo

Nenhum comentário: