12 de jun de 2015

Marciano lança clipe da música "Cabecinha no Ombro" com participação de cantora de Portugal, Joana Oliveira




Propositalmente, o clipe foi lançado hoje, no Dia dos Namorados, para celebrar a data especial e deixar todos ainda mais apaixonados
Com muitas influências e gostos pela música e o país de Portugal, o cantor e compositor Marciano, considerado ícone da música brasileira, romântica e do sertanejo, aposta no lançamento do clipe da música “Cabecinha no Ombro”, interpretada por grandes cantores da música brasileira, como Almir Sater, Sérgio Reis, Fagner, Roberta Miranda, entre muitos outros. A ideia é fazer uma parceria bem forte entre Brasil e Portugal.   
Composta por Paulo Borges, a letra conta a história de uma pessoa que convida o amado (a) a desabafar e contar todas as mágoas para ela (e), pedindo ainda que encoste a cabecinha no ombro e promete que quem chora em seu ombro, não vai embora. Marciano deu uma nova roupagem para a canção, trazendo influências da música portuguesa e, claro, participação especial da cantora Joana Oliveira (18), que vive em Portugal e tem o cantor como ídolo. 


“Eu gosto demais de Portugal, tanto que no meu último DVD, “Marciano Inimitável In Concert”, trouxe uma homenagem ao país e suas influências, convidei o Grupo Folclórico da Casa de Portugal, cantei músicas que nunca antes tinha cantado e o resultado eu gostei demais. Gostei tanto que queria dividir uma música com uma cantora legitima do país (risos). Adorei e só tenho à agradecer à Joana Oliveira pelo carinho e me dar o privilégio de cantar junto com ela. Logo logo quero estar em Portugal para um show com esse povo lindo e que eu amo. Espero que assistam e gostem!” afirma Marciano. 
Confira agora, com exclusividade a música: https://www.youtube.com/watch?v=WztaxwzSzxM 
Letra da música: 
Cabecinha no Ombro
Encosta a sua cabecinha no meu ombro e chora...
E conta logo suas mágoas todas para mim
Quem chora no meu ombro eu juro que não vai embora,
Que não vai embora,
Que não vai embora
Quem chora no meu ombro eu juro que não vai embora,
Que não vai embora,
Porque gosta de mim...
Amor, eu quero o seu carinho, porquê, eu vivo tão sozinho
Não sei se a saudade fica ou se ela vai embora,
Se ela vai embora,
Se ela vai embora...
Não sei se a saudade fica ou se ela vai embora,
Se ela vai embora,
Se ela vai embora...
Encosta a sua cabecinha no meu ombro e chora...
E conta logo suas mágoas todas para mim...
Quem chora no meu ombro eu juro que não vai embora,
Que não vai embora,
Que não vai embora
Quem chora no meu ombro eu juro que não vai embora,
No meu ombro chora,
Porque gosta de mim...

Nenhum comentário: