12 de jun de 2015

Junior Lima lança “Faces”, sua primeira exposição fotográfica







Exercendo mais um de seus lados artísticos e amplificando seu hobby como fotógrafo, músico apresenta imagens inéditas que retratam sua sensível leitura de paisagens, anônimos e cenas do cotidiano
Mostra será aberta ao público no dia 16 de junho, no Matilha Cultural, em São Paulo
Fotógrafo nas horas vagas por hobby, paixão e vocação, Junior Lima incontestavelmente é um nome associado à arte. Dos 31 anos já vividos, 25 estão dedicados à música, seja cantando, tocando, produzindo ou compondo. Já atuou no cinema e na TV e estreou recentemente como apresentador do talk show Vevo Sessions, exibido exclusivamente pelo digital, por isso, o artista é amplamente conhecido por suas multifacetas. Entretanto, é no próximo dia 16 de junho, que seus projetos artísticos se completam com “Faces”, sua primeira exposição fotográfica, que acontece em São Paulo, no Matilha Cultural, na República. Parte do acervo também seguirá para a Luis Maluf Art Gallery, no bairro Jardim Paulista, a partir do dia 16 de julho.

Apesar de bastante conhecido por seus cliques produzidos pelo celular e postados em sua conta do Instagram (@Junior_Lima), o artista optou por garimpar de seu acervo de fotos, imagens inéditas e tiradas com câmera profissional, em sua maioria feitas durante viagens pelo Brasil (Fernando de Noronha), Estados Unidos (Utah) e Ásia (Tailândia, Laos, Camboja e Indonésia). “Fotografo há uns dez, onze anos. Consegui dividir com as pessoas parte deste meu hobby quando montei minhas redes sociais. Me empolguei e agora quero externar este material de forma impressa e analógica, convidando mais gente para olhar o mundo do modo que eu enxergo. Seja a natureza, as pessoas, os animais ou o cotidiano... A simplicidade, mesmo na grandiosidade”, explica Junior Lima, que reunirá imagens reveladas em colorido e preto e branco.
Apesar de não se tratarem apenas de retratos, “Faces” liga-se diretamente à história do artista, que apresentará entre as fotos escolhidas, imagens da esposa, designer e modelo Monica Benini, além de intervenções em tinta acrílica e spray, do artista plástico e grafiteiro mineiro “Dalata”, parceiro deste projeto e reconhecido pelo talento inigualável ao dar vida a objetos inanimados, enxergando neles expressões e rostos. A curadoria cuidadosa das fotos foi feita por Junior Lima em parceria com César Øvalle.
De cenas urbanas a paisagens bucólicas, ficará nítido, para quem visitar a exposição, o despretensioso fio condutor desta curadoria e também óbvio ponto de convergência: o olhar. Seja do espectador, do fotógrafo ou das expressões por ele extraídas de anônimos. “Procuro trazer para as minhas fotos o que sinto ao tirá-las”, finaliza, simples assim.
Sobre Junior Lima:
Veterano no main stream, Junior Lima lançou 17 álbuns e vendeu mais de 22 milhões de cópias. Foi o primeiro artista brasileiro a tocar no Maracanã em show próprio (2002), apresentou-se no Rock´n Rio III (2001), reuniu público recorde de 1,2 milhão de pessoas em João Pessoa (2001) e viajou com oito mega-turnês por todo o país e também no exterior. Atualmente, apresenta o Vevo Sessions, primeiro programa de auditório transmitido ao vivo pela internet.  Eclético, já transitou por diversos gêneros musicais, como pop, rock e eletrônico, hoje segue dedicando-se à produção musical e à liderança da banda Soul Funk.
Sobre “Dalata”:
Nascido em Belo Horizonte (MG), André Muniz Gonzaga (Dalata) trabalha com grafite desde 1997 e é amplamente conhecido no Brasil e exterior, registrando passagens por Amsterdam, Alemanha, Senegal, Estados Unidos e outras partes do mundo. Seu trabalho é um coquetel de abstração e surrealismo, misturando técnicas variadas em pinturas, desenhos e esculturas. Empregando, assim, seu estilo próprio, voltado para o positivismo, Dalata traz à tona cenários e personagens de um universo lúdico por meio de formas passantes e superfícies irregulares. Neste projeto, além de fazer interferências nos cliques de Junior Lima, expõe também pinturas e esculturas próprias.
Serviço – “Faces”:
Local: Matilha Cultural
Endereço: Rua Rego Freitas, 542, São Paulo
Data: 16 de junho, terça-feira
Horário de abertura da exposição: 19h
Horário de funcionamento: terça-feira a domingo, das 12h às 20h, exceto sábados, das 14h às 20h
Wi-Fi gratuita
Cartões: Visa (débito/ crédito)
Entrada Livre e gratuita, inclusive, para cães
* Parte do acervo segue para a Luis Maluf Art Gallery a partir do dia 16 de julho


#Junior #Lima lança “Faces”, sua primeira #exposição #fotográfica

Nenhum comentário: