15 de jun de 2015

Inah Falcão, brasileira residente no Chile


Por Sandra Camillo


Como é Morar no Chile?
Inah - É um país tranqüilo e com uma economia estabilizada, então você pode fazer projetos a longo prazo.  E viajar bastante pro exterior, prá se reciclar culturalmente!

Você é um empreendedor?
Inah - Sim, tenho uma empresa de produção de eventos artísticos e desportivos.


Tenho funcionários e terceirizados também.



Tem um emprego formal?
Inah - Faço eventos, então tão formal não é. São sempre projetos distintos, e você tem que adaptar sua metodologia de trabalho a cada um.
Mas tenho, aqui,  26 anos de trabalho constante.




Já frequentou algum curso no País e qual?
Inah - No Chile, somente cursos de línguas e programas de computação.

Os desafios de morar no Chile?
Inah - Creio que são os mesmos de viver em outros países ocidentais, as diferenças culturais, alimentação e a idiossincrasia do povo.
Você sempre vai ter o estigma de ser estrangeiro, então para se estabelecer em qualquer área, o esforço empenhado é sempre maior que o de um local.

Quais as principais dificuldades que encontrou ou encontra vivendo no Chile?
Inah - A idiossincrasia do povo. Profissionalmente, temos que aceitar algumas características deles, a dificuldade de trabalhar em equipe, um certo preconceito com estrangeiros trabalhando no seu mercado e um pouco de falta de comprometimento com a empresa.   Pessoalmente, o fato de ser uma sociedade muito conservadora, então não é muito fácil montar um círculo de amigos.

Há quanto tempo está morando no Chile?
Inah - Moro aqui há 26 anos.

Quais são as vantagens e desvantagens?
Inah - As vantagens, são a estabilidade econômica e o fato de que somos profissionais mais exigentes e trabalhadores que a média dos chilenos, então, geralmente temos muito êxito aqui.

Porque Morar no Chile e não Argentina ou outro país, como fez sua escolha?
Inah - Porque me casei com um chileno, somente por isso. Caso contrario, se tivesse que escolher, naquela época, sem ter influencia ao respeito, com certeza nem levaria em conta a existência do Chile.

O que você mais gosta no Chile?
Inah - O fato de ter um território que abrange muita diversidade natural, ao norte tem um deserto muito exótico para nós, com muitos atrativos arqueológicos, tem glaciares belíssimos no sul, vulcões.  A ilha de Páscoa...  Maravilhosa, cheia de moais. A cultura originária daqui é muito bonita e diversificada. Isso me atrai muito aqui.

Já usou algum serviço público?
Inah - Somente relacionado a documentação.
Ah... Profissionalmente, como faço muitos eventos massivos e alguns em via pública, trabalho  muito com os Carabineiros de Chile, na área de segurança.

Vida cultural mais ou menos rica?
Inah - Muito menos rica, especialmente porque a cultura chilena não é valorizada pelos chilenos.

 O que acha da segurança?
Inah - Atualmente ainda é um país seguro, a pesar de que está crescendo a % de assaltos e roubos, mas comparado com o Brasil, é bem mais tranqüilo.

O que sente mais falta do Brasil?
Inah - Família, amigos, comida, cultura e o jeito acolhedor e alegre do povo brasileiro, em geral.

Pensa em voltar e por que?
Inah - Já pensei em voltar diversas vezes, porque a gente sempre se sente um estrangeiro fora do país da gente, terminamos sentindo falta de algo, emocionalmente, estar com pessoas que compartilham as mesmas raízes nossas, etc. O problema é a situação econômica e de segurança e a volatibilidade da estabilidade no Brasil. Mas assim mesmo, acho que ainda posso terminar meus dias no meu país.




Sentiu ou sente solidão e saudade?
Inah - Muita! Sempre!

O que mais te encanta? 
Inah - Adoro a música, cinema, manifestações artísticas em geral.  E viajar... Adoro viajar!

Que faz nas horas de lazer? 
Inah - Pelas características do meu trabalho, tenho períodos de ocupação a full, por dois, três meses, intercalados, com períodos de férias, geralmente um mês, então, viajo muito para o Brasil e outros países.

Quando estou aqui, sou bastante reclusa, mas vou muito ao cinema e concertos.

Que mensagem você daria para um estrangeiro que deseja viver no Chile?
InahQue é um país muito atrativo com respeito a metas profissionais, estável economicamente e com pouca violência. E que se a escolha é viver aqui, ou em qualquer outro país, devemos entender as características do povo e tratar de agir como eles, respeitar seus costumes, não impor os nossos, dessa maneira, você será sempre mais aceito nos círculos de relacionamento social e profissional.


#Chile #CopaAmérica #Entrevistas #ResidentesnoChile


Nenhum comentário: