12 de out de 2014

Após fanfics de sucesso na internet, Kel Costa aposta em história autoral sobre seres sobrenaturais

Lançamento do selo Jangada, do Grupo Editorial Pensamento, o primeiro romance da autora, Fortaleza NegraA Chegada da Nova Era, o primeiro de uma trilogia, apresenta enredo que se apropria da fantasia para tratar de assuntos comuns ao universo real dos jovens: escolhas, romance, muitas descobertas e tomadas de decisões 


Para quem achava que as histórias sobre vampiros já estavam esgotadas, a autora Kel Costa pretende, em seu livro de estreia, provar o contrário. Em Fortaleza NegraA Chegada da Nova Era, lançamento do Grupo Editorial Pensamento pelo selo Jangada, a autora aborda a temática de um jeito, no mínimo, inusitado. Tendo como pano de fundo inicial o período pós Guerra Fria, a autora recria no planeta Terra uma realidade distópica na qual seres humanos e vampiros precisam conviver em harmonia em prol da sobrevivência de ambas espécies.
Em Fortaleza Negra – A Chegada da Nova Era – o primeiro de uma trilogia, Kel Costa faz uma viagem ao mundo da literatura fantástica e propõe uma aventuracom doses de romance em meio a uma batalha entre vampiros e seres mitológicos – centauros e minotauros.
Enredo eletrizante
A narrativa se inicia na Era Reagan, no final da Guerra Fria em 1985. Nessa época, os vampiros se revelam à humanidade, tomam posse do poder mundial e se estabelecem como senhores absolutos do planeta em todas as esferas do poder. Sob seu comando, armas de destruição em massa deixam de existir, e os seres da noite acabam com a Guerra Fria – com um exército de vampiros pondo abaixo o Muro de Berlim – numa cena de tirar o fôlego. Regidos por um novo conjunto de regras, as duas espécies parecem ter um bom convívio.  No entanto, um novo caos se instala na Terra no início dos anos 1990 com a chegada de uma terceira espécie, a dos seres mitológicos. Extremamente fortes e mais violentos, centauros e minotauros colocam em risco a existência dos humanos e dos próprios vampiros, que precisam do sangue dos humanos para sobreviver.
No meio da batalha eminente está a jovem Aleksandra Baker, protagonista da trama, e sua família. O pai de Aleksandra, biólogo à frente de importante pesquisa em prol da descoberta de algo que coloque fim à existência dos mitológicos, é convidado pela Realeza Vampírica, para deixar sua terra natal, nos EUA, e se mudar, comtoda a família para a Rússia, mais precisamente, na impenetrável Fortaleza Negra, o quartel general dos Mestres, o único lugar onde é possível viver sem a presença e os ataques constantes dos mitológicos. Em prol da segurança da esposa e dos filhos, o convite é aceito e, a partir disso, um mundo completamente diferente de tudo o que a jovem conhece passa então a fazer parte de sua realidade cotidiana.
Vampiros por todos os lados causam estranhamento à Sasha – como é chamada pelos seus convives mais próximos –, que se sente incomodada e angustiada por não saber se sua melhor amiga, Helena, que continua nos EUA, sobreviverá à batalha entre vampiros e mitológicos. Por outro lado, o novo endereço lhe traz novos amigos e um, em especial, lhe aguçará ainda mais os sentidos. Trata-se de Mestre Mikhail, um dos Mestres mais poderosos da Realeza Vampírica, que de início implica com a jovem e a deixa irritada, mas que, com o desenrolar da trama, vai revelando que tanta implicância gratuita não seria a toa.
Dividida, Sasha trava uma batalha interna quase tão grande quanto a que assola o planeta. Se por um lado ela se sente atraída pelos jogos de poder e sedução de Mestre Mikhail, por outro, o fim do caos na Terra representaria para ela e sua família o retorno à normalidade de suas vidas. Quem vencerá a batalha? Que rumos serão traçados na vida da protagonista? As dúvidas são muitas e, pelo menos por enquanto, a única certeza é a de que a vida de nenhum dos personagens da Fortaleza Negra jamais será como antes.
Sobre a autora: Kel Costa é carioca, fez faculdade de Interpretação Cênica. Em 2008, sob o pseudônimo K®, criou Fanfics da Saga Crepúsculo e as ambientou em universos diferentes. É administradora do blog It Cultura e aficionada em séries, livros e filmes. http://www.itcultura.com.br/
Sobre o Selo Jangada: Jangada é um selo do Grupo Editorial Pensamento. Lançado em 2011, seu conteúdo tem por objetivo, alcançar novos espaços e ampliar o público leitor.  É voltado para a publicação de obras nas áreas de ficção fantástica, ficção histórica, suspense e ficção comercial em geral.



Nenhum comentário: