13 de abr de 2014

Beijo, não!, de Tatiana Belinky, e Beijos Mágicos, de Ana Maria Machado, mostram que os lábios podem quebrar feitiços




DICA DE LEITURA - Dia do Beijo
Beijo, não!, de Tatiana Belinky, e Beijos Mágicos, de Ana Maria Machado, mostram que os lábios podem quebrar feitiços
No ultimo domingo (dia 13 de abril) foi celebrado o dia de um dos maiores símbolos de amor: o beijo. E a dica de leitura da Editora FTD para comemorar a data são as obras Beijo, não!, de Tatiana Belinky e Beijos Mágicos, de Ana Maria Machado.

Desde o tempo dos contos de fadas, o beijo é quase um personagem, o único capaz de anular os encantamentos das bruxas. E em Beijo, não! não é diferente. Na história, um mago transformou um macaco em um belo rapaz e só o beijo de uma moça teria o poder de acabar com o feitiço. Macaco e mago marcaram um encontro para dali a um ano. Nesse dia, uma jovem entra na casa do mago mancando e chorando. O rapaz a ajuda e, para desespero do mago, eles se beijam. Apaixonado, o rapaz não quer mais ser macaco. Para surpresa geral, o feitiço é derrotado pelo amor.

Já Beijos Mágicos conta a história de Nanda, que tem pais separados. A garota acredita que a namorada do pai é uma bruxa, que enfeitiça todos com seus beijos. O pai se casa com ela e Nanda ganha um irmãozinho. Então, a menina descobre que os beijos quebram encantos e fazem gente grande sorrir.

Beijo, não!

Autora:
Tatiana Belinky nasceu em 1919, em São Petersburgo, na Rússia, e chegou ao Brasil em 1929. Publicou livros em prosa e versos, além de traduções, adaptações e recontagens. Entre 1952 e 1966, fez a primeira adaptação para a televisão da série Sítio do Pica-Pau Amarelo, de Monteiro Lobato. Colaborou na TV Cultura e em importantes jornais como crítica de literatura infantil e juvenil e de teatro. 

Recebeu inúmeros prêmios, entre eles: Mérito Educacional e Jabuti de Personalidade Literária do Ano, concedidos pela Câmara Brasileira do Livro; e dois Monteiro Lobato de Tradução da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil. Foi, ainda, premiada em 1979 pelos 30 anos de atividades em Teatro e Literatura Infanto-Juvenil pela Associação Paulista de Críticos de Arte. Faleceu em 15 de junho de 2013, aos 94 anos, em São Paulo.

Ilustradora
Lúcia Hiratsuka nasceu em Duartina e mudou-se para São Paulo pouco antes dos 16 anos. Formou-se na Faculdade de Belas Artes e em 1988 recebeu uma bolsa de estudos para a Universidade de Educação de Fukuoka, no Japão. Retornou depois de um ano e começou a recontar e ilustrar os contos e as lendas japonesas que ouvia quando criança.

Beijos Mágicos

Autora:
Ana Maria Machado nasceu no Rio de Janeiro, em 24 de dezembro de 1942, formou-se em Letras e trabalhou como pintora, professora e jornalista antes de dedicar-se inteiramente à literatura infantojuvenil, a partir de 1980. Autora de quase 200 obras, publicadas em 17 países, ganhou o prêmio Hans Christian Andersen, o mais importante da literatura infantil no mundo, em 2000. No ano seguinte, a Academia Brasileira de Letras lhe deu o maior prêmio literário nacional, o Machado de Assis, pelo conjunto da obra. Foi eleita para a cadeira número 1 da ABL em 2003. 

Ilustrador
Rogério Coelho nasceu em São Paulo, em 1975 e trabalha como ilustrador desde 1997. Já ilustrou mais de trinta livros de literatura e mais de cem livros didáticos. Colabora com revistas de entretenimento e educativas e já recebeu a menção Altamente Recomendável da FNLIJ, em 2005, e a menção honrosa no Salão Internacional de Desenho para Imprensa de Porto Alegre, em 2005 e 2006, além de ter sido incluído no catálogo brasileiro para a Feira de Bolonha em 2005 e 2006.


Informações técnicas -  Beijo, não!
Autora: Tatiana Belinky
Ilustradora: Lúcia Hiratsuka
Temas abordados: Amor, Magia
Tema transversal: Ética
Recomendação: Público infantil
Preço sugerido: R$ 36,60


Informações técnicas -  Beijos Mágicos
Autora: Ana Maria Machado
Ilustrador: Rogério Coelho
Temas abordados: Ciúme, Família, Relacionamento familiar.
Tema transversal: Ética
Recomendação: Público infantil
Preço sugerido: R$ 35,00



#acasadasletras @sandracamillo #podcultura #festivalrnab

Nenhum comentário: