22 de out de 2013

Sesc Santo André - Sesc Música | Programação Novembro

Sesc Santo André
Rua Tamarutaca, 302 - Vila Guiomar
Acesso para deficientes físicos
Estacionamento: R$ 3,00 a primeira hora e R$ 1,00 cada hora adicional (desconto de 50% para matriculados).

Música
ESTÚDIO 7 CIDADES
A diversidade da produção musical do Grande ABC.
show
Rose Calixto
De São Caetano, Rose Calixto tem 20 anos de carreira dedicados ao samba. Passou por grupos como Bossa Trio e foi intérprete da escola de samba Acadêmicos da Vila Gerty. Neste show, apresenta o repertório de seu primeiro disco solo, Passo a Passo, recém-lançado. No Teatro.  (Foto:Divulgação). show.
Não recomendado para menores de 12.
R$ 10,00 iii R$ 5,00 uuu R$ 2,00 ttt
02/11. Sábados, às 20h.

bate-papo
Produção técnica de shows
Bate-papo aberto a bandas, músicos e interessados em questões técnicas que envolvem um show – equipamentos, montagem de palco, passagem de som, logística de grandes festivais etc – bem como profissionalização e mercado para técnico de som e roadie. Com Zé Ovo, técnico de som, roadie, e ex-integrante da banda de rock braziliense Little Quail and The Mad Birds. No Teatro.  (Foto:Divulgação). bate-papo.
Não recomendado para menores de 16.
Grátis
02/11. Sábados, às 17h.

show
Tifu & DJ Spaiq e Atual 420
O rapper Arnaldo Tifu mescla o hip hop a influências da literatura de cordel, repente, samba e embolada. Neste show, lança seu segundo CD, “A rima nunca para – minha versão da história”. Já a banda Atual 420 (ex-Chero di Mato) tem 15 anos de estrada e desenvolve um trabalho autoral e releituras do movimento maguebeat, inspirados por Nação Zumbi, Cordel do Fogo Encantado, entre outros. No Teatro. Retirada de ingressos na Bilheteria, com 1h de antecedência.  (Foto:Divulgação). show.
Livre
Grátis
03/11. Domingos, às 19h.

QUINTAS MUSICAIS – RITMOS LATINOS
Projeto semanal de shows na Lanchonete
show
Trio Câmbio Latino
O trio formado em 2010 por Hanser Ferrer (teclado/voz), Ilker Ezaki (percussão/voz) e Sandro Oliveira (voz/baixo), faz um passeio pela música cubana. O trio foi formado pela afinidade dos integrantes pelo swing e pela sonoridade do estilo musical. A tradição da música cubana está há anos na família do pianista Hanser Ferrer, solista do trio, que é filho de Fernando Ferrer, este sobrinho de Ibrahim Ferrer que foi em vida, integrante do Buena Vista Social Club. No show “Estás Mambo?”, o trio toca os mais tradicionais ritmos de cuba, como a salsa, o chá-chá-chá, boleros e ritmos da América Latina. Duração: aprox. 60 min. Na Lanchonete. show.
Livre
Grátis
14/11. Quintas, às 20h.

Banda Negra Mamba
A Negra Mamba é uma banda de salsa tradicional que surgiu após uma viagem de Marcos Padis à Cuba em 2001 para estudar com o lendário percussionista Changuito. A banda toca músicas de diferentes núcleos como de Cuba, Porto Rico e República Dominicana, e ritmos como son montuno, merengue, mambo, cha cha cha, guaracha e rumba. Duração: aprox. 60 min. Na Lanchonete. show.
Livre
Grátis
21/11. Quintas, às 20h.

Latin Jazz
Projeto do músico Sergio Lyra e da banda Lyra Latina Jazz que une música a tradição da percussão cubana com o colorido harmônico do jazz. O repertório traz composições próprias e também homenagens a ícones do gênero como Eddie Palmieri e Ray Barreto. Duração: aprox. 60 min. Na Lanchonete.  (Foto:Divulgação). show.
Livre
Grátis
28/11. Quintas, às 20h.

show
40 ANOS SEM PIXINGUINHA – COM MARIA ALCINA, SELMA REIS E TRIO MARCOS PAIVA
Pixinguinha faleceu em 17 de fevereiro de 1973, portanto, 40 anos sem o mestre. Para homenagear o flautista, saxofonista, compositor e arranjador, o show traz as cantoras Maria Alcina e Selma Reis, além do baixista Marcos Paiva interpretando alguns clássicos de Pixinguinha como: Carinhoso, Rosa, Lamento, Fala Baixinho, Gavião Calçudo, Urubu Malandro, entre outras. Duração: cerca de 90 min. No Teatro.  (Foto:Maria Alcina). show.
Livre
R$ 20,00 iii R$ 10,00 uuu R$ 4,00 ttt
15/11. Sextas, às 19h.
16/11. Sábados, às 20h.

QUINTETO EM BRANCO E PRETO – SAMBA 70
O Quinteto em Branco e Preto resgata grandes obras do samba dos anos 70 num show com figurino da época e coreografias. No repertório, clássicos como “O ouro e a madeira”, “Você abusou”, “Foi um rio que passou em minha vida”, “O mar serenou”, “Falador passa mal”, O bêbado e o Equilibrista”, “Sampa”, “Olhos nos Olhos”, “Todo menino é um rei”, entre outras... Duração: aprox. 90 min. No Espaço de Eventos.  (Foto:Mauricio Ambas). show.
Livre
R$ 10,00 iii R$ 5,00 uuu R$ 2,00 ttt
20/11. Quartas, às 18h.

MARINA DE LA RIVA
A cantora Marina de La Riva, brasileira descendente de cubanos, sobe ao palco para apresentar seu segundo CD, Idilio, que aponta um romantismo, às vezes até bucólico, da artista. Idilio, a canção-título, e outras seis canções têm letras em espanhol, configurando 50% do repertório. O repertório resgata uma geração de compositores cubanos ou hispano-americanos nascida nas primeiras décadas do século 20 e que ajudou a lançar o bolero e a salsa. É o caso de Vicentico Valdés (1925-1995), dono de 'Añora do Encuentro', Frank Domínguez, de 85 anos, de 'Tu Me Acostumbraste', de 1957, e da rainha da salsa, Celia Cruz (1925- 2003), de 'Dile Que Por Mi No Tema'. No repertório estão as canções 'Estúpido Cupido' (versão de Celly Campello para a composição de Neil Sedaka), transformada em um mambo, uma brincadeira rítmica com Propriedade Particular, de Lulu Santos, e músicas do primeiro trabalho como Mariposa, Ta-Hí e Sonho Meu. Duração: cerca de 90 minutos. No Teatro.  (Foto:Divulgação). show.
Livre
R$ 20,00 iii R$ 10,00 uuu R$ 4,00 ttt
22/11. Sextas, às 21h.
23/11. Sábados, às 20h.

Nenhum comentário: