16 de set de 2013

Meu anjo da guarda já está à venda



Conheça Zé de Patrício em Meu anjo da guarda



CapaHonorato.indd

Nesta obra, Honorato narra a história de si mesmo sendo personificado na figura importante e protagonista com o nome de “Zé de Patrício”. O autor nos convida a mergulhar em seu labirinto memorial, descrevendo-o em vinte momentos diferentes, uma encruzilhada em cada época de sua vida, algumas delas muito próximas.

Todos esses momentos, segundo o autor, tratam de um determinado encontro com seu anjo da guarda, mas a meu sentir, vai além dessa simplicidade religiosa, saltando aos olhos mais atentos, a visão poética. Cada encontro é uma cena desse grande labirinto.

É a surpreendente revelação do inimaginável. É a visão inocente do garoto que aprende a olhar o cosmo, a ver o “caminho de São Tiago” em noite de lua cheia. Em outra obra sua, esse mesmo garoto se espreme atrás da porta do cabaré a ouvir Domingão correr os dedos nas cordas do violão, Hercílio, no cavaquinho e Toninha Preta qual uma clarineta cantando os boleros – e a orquestra a tocar; extasiado, aprende, vira músico, maestro, poeta e escritor.

Em cada encontro-capítulo, é uma Carinhanha que se revela dia-a-dia mais distante, longínqua, embaçada, desinteressante para o leitor comum, mas viva, mais intensa, vibrante, solar, eternamente gravada na memória dos nossos octogenários. Os novos leitores têm a oportunidade e o dever de aceitarem esse convite-desafi o, se deixarem levar por estas veredas “perigosas” de personagens reais no qual a única certeza do autor, hoje, foi a de que seu anjo da guarda estava em cada obstáculo, apresentando-lhe alternati vas para guiá-lo seguro à saída.

E terá saída?

Adquira seu exemplar, clicando aqui.

Nenhum comentário: