15 de jul de 2013

Suor excessivo causa constrangimento e pode comprometer convívio social

Hiperidrose afeta cerca de 3% da população mundial, segundo estudos científicos internacionais.

Essencial para o controle da temperatura interna do corpo, o suor é responsável pelo equilíbrio térmico corporal. Contudo, o excesso de suor pode causar problemas sociais, como explica o dermatologista dr. João Paulo Junqueira Magalhães Afonso  do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos. 
“Chamada de hiperidrose, a patologia acomete geralmente mãos, axilas, face, couro cabeludo e pés. Sem motivo aparente, independente da estação climática, a transpiração em excesso pode afetar crianças, adolescentes e adultos, podendo causar repercussões emocionais negativas, como o isolamento social, ansiedade e depressão”, explica o especialista.
      
Para solucionar o problema, existem algumas formas de tratamento clínico, entre eles estão o uso de antitranspirantes e o tratamento com a toxina botulínica que permite tratamento rápido, eficaz e duradouro nos casos de hiperidrose localizada. Há também a opção de tratamento cirúrgico como a simpatectomia ou a remoção das glândulas sudoríparas.

Sintomas
Um dos principais sintomas da hiperidrose é a transpiração nas mãos, pés, axilas, rosto, sob as mamas, na região inguinal e no couro cabeludo, partes do corpo que contém maior número de glândulas sudoríparas.

Diagnóstico
O diagnóstico é clínico baseado nos sintomas, na história do paciente e deve avaliar a hipótese de hiperidrose secundária provocada por alguma doença de base.

Tratamento
O tratamento pode ser realizado de forma clínica ou cirúrgica. Nos casos mais simples, podem ser indicados medicamentos por via oral e de uso tópico. Já a aplicação de toxina botulínica (popularmente conhecida como Botox®) também ajuda a controlar a sudorese excessiva. Em alguns casos, é possível realizar a intervenção cirúrgica para a retirada das glândulas sudoríparas das axilas, ou da interrupção da cadeia simpática.



Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos

Localizado ao lado do Parque do Ibirapuera, em São Paulo, o Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos atua em mais de 50 especialidades e conta com cerca de 780 médicos. Realiza aproximadamente 12 mil procedimentos cirúrgicos, 13 mil internações, 205 mil consultas ambulatoriais, 140 mil atendimentos de Pronto-Socorro e 1,3 milhão de exames. Dentre os selos e certificações obtidos pela instituição, destaca-se a Acreditação Hospitalar Nível 3 - Excelência em Gestão, concedida pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) e o Prêmio 100 Melhores Empresas para Trabalhar Brasil, conquistado pelo segundo ano consecutivo.
Rua Borges Lagoa, 1.450 - Vila Clementino, zona sul de São Paulo

YouTube: www.youtube.com/user/HospitalEV




Site: podcultura.com.br
Facebook : facebook.com/podcultura
Twitter: Podcultura
Instagram: Podcultura

Nenhum comentário: