25 de fev de 2013

Viva a Mata 2013 realiza agendamento para visitas monitoradas


Anote essa data: de 24 a 26 de maio, das 9h às 18h, a Fundação SOS Mata Atlântica realiza na marquise do Parque Ibirapuera, em São Paulo, a nona edição do Viva a Mata, o maior evento brasileiro em prol da Mata Atlântica. Grupos escolares, empresas, associações e demais interessados já podem agendar suas visitas monitoradas gratuitas ao evento. Os visitantes serão acompanhados por monitores da ONG e poderão – além de se divertir com várias atrações relacionadas à educação ambiental, atividades lúdicas e culturais – conhecer um pouco mais sobre a Mata Atlântica e as iniciativas de sucesso para proteger a floresta e os ambientes costeiros e marinhos. Para agendar uma visita, basta entrar em contato através do emaileventos.apoio@sosma.org.br. As vagas são limitadas.


SERVIÇO
Viva a Mata 2013 – mostra de iniciativas e projetos em prol da Mata Atlântica
Realização: Fundação SOS Mata Atlântica.
Data: 24 a 26 de maio
Horário: das 9h às 18h
Local: Marquise do Parque Ibirapuera – Av. Pedro Álvares Cabral – portão 10 – Ibirapuera – São Paulo (SP)
Informações: www.sosma.org.br
Todas as atividades são gratuitas e abertas ao público em geral.


Sobre a Fundação SOS Mata Atlântica
Criada em 1986, a Fundação SOS Mata Atlântica é uma organização privada sem fins lucrativos, que tem como missão promover a conservação da diversidade biológica e cultural do Bioma Mata Atlântica e ecossistemas sob sua influência. Assim, estimula ações para o desenvolvimento sustentável, promove a educação e o conhecimento sobre a Mata Atlântica, mobiliza, capacita e incentiva o exercício da cidadania socioambiental. A Fundação desenvolve projetos de conservação ambiental, produção de dados, mapeamento e monitoramento da cobertura florestal do Bioma, campanhas, estratégias de ação na área de políticas públicas, programas de educação ambiental e restauração florestal, voluntariado, desenvolvimento sustentável, proteção e manejo de ecossistemas. Mais informações em www.sosma.org.br.

Nenhum comentário: