6 de fev de 2013

DÉA TRANCOSO E PAULO BELLINATI LANÇAM O FLOR DO JEQUI EM ENCONTRO INÉDITO NO AUDITÓRIO DO SESC VILA MARIANA




A cantora mineira e o violonista paulistano realizam espetáculo de lançamento do disco Flor do Jequi em 19 de fevereiro, no Auditório do SescVila Mariana. Os dois se unem para homenagear o Vale do Jequitinhonha nosertão mineiro. No repertório constam músicas tradicionais, como Pisa no Toco, Nem Curto, Nem Comprido e Coco da Véia e ainda composições de artistas da região, como Tropeiro de Cantigas, de Paulinho Pedra Azul, eMestra Diôla, de Gonzaga Medeiros.

Déa Trancoso

Cantora e compositora forjada no seio da cultura popular do Vale do Jequitinhonha, sua terra natal, uma das mais ricasregiões brasileiras em cultura popular. Benzida em folia de reis, íntima do catimbó, do congado, dos bois de janeiro, do beira-mar (do folclore cotidiano que ainda compõe o retrato de nossas pequenas comunidades), Déa se dedica, desde cedo, a mostrar o Brasil para os brasileiros e para o mundo. Em sua estreia profissional, no show "Cantos Escolhidos", realizado no Teatro da Cidade, em Belo Horizonte/MG/1994, com arranjos e violão de Sérgio Santos, foi dirigida por Maurício Tizumba. Em 2008, abriu o show do percussionista Naná Vasconcelos no projeto FESTA DA MÚSICA/BH e fez sua segunda turnê pela Europa (Itália, França e Portugal), integrando o grupo de artistas mineiros que representou o estado na SEMANA DE MINAS GERAIS EM TURIM (Itália). Em 2009, viajou por seis cidades brasileiras, com o projeto VOZES DE MESTRES, abrindo o show do multi-instrumentista Egberto Gismonti, no Teatro Alberto Maranhão, em Natal/RN. Participa das coletâneas “CHILL BRASIL 5”, com 32 cantoras da MPB (Céu, Mônica Salmaso, Roberta Sá, Mart’nália, Paula Morelembaum, Tereza Cristina), a convite de Charles Gavin, e "CHILL’N’BOSSA", ao lado de nomes como Tom Jobim, João Gilberto, Milton Nascimento, Tito Madi, Luis melodia, entre outros, pela Warner Music, lançadas no Brasil, Europa, Japão e EUA. Participa também da coletânea BRASILEIRÍSSIMA/Rádio Inconfidência, ao lado dos nomes mais importantes da cena musical mineira. É parceira de Cláudio Nucci, Badi Assad, Chico César, Sérgio Santos, André Mehmari, Ceumar e André Siqueira.

Paulo Bellinati

O violonista, guitarrista, compositor e arranjador, iniciou seus estudos de violão com o pai na infância. Teve aulas de violão erudito com Isaías Sávio e formou-se no Conservatório Dramático e Musical de São Paulo.  Morou de 1975 a 1980 na Suíça, onde prosseguiu seus estudos no Conservatório de Genebra e lecionou no Conservatório de Lausanne.
Em sua discografia, além de discos com o grupo Pau Brasil, do qual fez parte da formação original e também da atual, estãoos álbuns Garoto (1986, Discos Marcus Pereira); Violões do Brasil (1990, Crescente); The Guitar Works of Garoto (1991, GSP); Serenata - Choros & Waltzes of Brazil (1993, GSP); Afro-Sambas, com a cantora Mônica Salmaso (1996, Pau Brasil); Lira Brasileira (1997, GSP) e o DVD Paulo Bellinati Plays Antonio Carlos Jobim (2002, Mel Bay).

Como arranjador, trabalhou com Leila Pinheiro, Edu Lobo, Vânia Bastos e Gal Costa. Como compositor foi premiado em 1988 por sua música Jongo, gravada por John Williams. Como professor lecionou guitarra no Festival de Inverno de Campos de Jordão, apresentando-se no auditório Camargo Guarnieri, entre seus alunos formou o músico Denner Datti. 
A voz telúrica de Déa e o sublime violão - de especialíssimo sotaque brasileiro - de Bellinati tocam de maneira singular o relicário de canções que pertencem ao patrimônio secular da região.

DÉA TRANCOSO E PAULO BELLINATI
Dia 19, terça, às 20h30
Auditório – 131 lugares
75 minutos.
Venda pelo sistema INGRESSOSESC a partir de 1/2, às 14h.
Não recomendado para menores de 12 anos.
R$ 12,00 (inteira); R$ 6,00 (usuário inscrito no SESC e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino); R$ 3,00 (trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes).

Bilheteria: Terça a sexta-feira das 9 às 21h30, sábado das 10 às 21h30, domingo e feriado das 10 às 18h30 (ingressos à venda em todas as unidades do SESC).  Aceita-se todos os cartões.

Estacionamento: R$ 3,00 a primeira hora + R$ 1,00 a hora adicional (matriculados no Sesc). R$ 6,00 a primeira hora + R$ 2,00 a hora adicional (não matriculados). 200 vagas.

Sesc Vila Mariana
Rua Pelotas, 141
Informações: 5080-3000
Siga-nos: @sescvilamariana


Nenhum comentário: