14 de dez de 2012

entresons: João do Pife de Caruaru faz homenagem a Luiz Gonzaga


Entresons_header.png
João do Pife de Caruaru faz
homenagem a Luiz Gonzaga
As bandas de pífano, que teriam influenciado Luiz Gonzaga a criar o forró pé de serra, não poderiam estar fora da comemoração do centenário do nascimento do Rei do Baião. João do Pife de Caruaru se apresentará com a sua Banda Dois Irmãos no domingo em Exu, enfrentando, aos 69 anos, a poeira da estrada de uma região extremamente castigada pela seca. A reportagem completa está no site do entresons (www.entresons.com.br) desta sexta-feira, 14 de dezembro.
O site também divulgou reportagem sobre “Interferências”, o novo disco do Trio Improvisado, que levou para o jazz o som do defeito inerente dos equipamentos eletrônicos. O texto “Deu ruído no jazz” informa que o disco ainda será lançado em CD, mas o conjunto de suas 11 músicas pode entrar para a lista dos melhores downloads da música instrumental brasileira e o melhor som já lançado em 2012 para essa formação de banda na música contemporânea, utilizando tudo que bateria, baixo, piano e sintetizadores podem oferecer. Foram feitos 430 downloads do disco em novembro. O lançamento oficial deve ser feito na Casa das Caldeiras em 2013.
Também é possível ler no site a entrevista inédita do trombonista e compositor Bocato sobre o lançamento do disco “Esculturas de Vento”, CD duplo que é uma obra-prima impossível de ser categorizada, por fundir música erudita, jazz, rock, música brasileira e eletrônica numa profusão de melancolia, dissonâncias, tensão e alegria. O texto causou polêmica ao trazer a seguinte declaração de Bocato: “Eu gosto e acho bonitinho Tom Jobim, acho bonitinho Villa-Lobos, mas se eu visse os dois passando juntos e eu estivesse de carro eu atropelava os dois caras. Esteticamente eles não me dizem nada. Se eu continuar alimentando esses caras eles vão continuar latifundiários. A família deles ganhando dinheiro e eu morrendo de fome se tiver que ficar tocando na noite ‘Garota de Ipanema’. Então sou contra eles, eu tenho que destruir esses caras esteticamente.” O entresons foi o único veículo a divulgar o novo trabalho do artista. Há também um vídeo com depoimento de Bocato.
Já no texto “Uma nota, dois pastel”, o site aborda a falta de uma legislação que regule a alimentação do músico nas casas de show, texto inspirado na música “Remember Pastels”, de Thiago Alves da Reteté Big Band, que escreveu a música após ter uma azia ao comer o tradicional pastel de uma casa de shows onde ele tem se apresentado em São Paulo.
O site entresons, especializado em música instrumental, foi lançado no dia 22 de novembro de 2012 pelo jornalista Roger Marzochi, 38 anos, que está no jornalismo há 16 anos e começou a escrever sobre música instrumental em 2009 na Agência Estado, a agência de notícias do jornal O Estado de São Paulo, onde trabalhou como editor por sete anos. De acordo com o sistema de métricas do Google Analytics, em 22 dias, desde o lançamento até o dia 13 de dezembro, o site recebeu um total de 1.648 visitantes, dos quais 1.156 foram visitantes únicos, num total de 3.321 page views.
Dos visitantes únicos, 29,92% retornaram ao site após a primeira visita. 1.554 internautas navegaram pelo no site no Brasil, outras 40 visitas foram feitas dos Estados Unidos. Das visitas no Brasil, destacam-se as realizadas a partir de computadores de São Paulo: 1.180. O site ainda foi visitado por internautas da Bahia (65), Pernambuco (58), Rio de Janeiro (53), Paraná (45), Ceará (43), Minas Gerias (36), Rio Grande do Sul (16), Distrito Federal (12) e Alagoas (8).
“A meta é chegar a 5 mil visitantes até o aniversário do site, em novembro de 2013”, diz Marzochi, também estudante de sax e integrante da banda do Grupo de Sopros do Sesc Vila Mariana, em São Paulo. Para bater a meta, o jornalista aposta na brecha do mercado de comunicação que dá pouca atenção à cobertura da música instrumental, tendo como foco leitores que sejam estudantes de música, músicos e apreciadores de música de qualidade, cujo número vem crescendo no Brasil, ao mesmo passo em que crescem as bandas e big bands desse estilo musical em todo o País.

 

Nenhum comentário: