14 de dez de 2012

Dificuldade para marcar exames prejudica pacientes de São Paulo


Dificuldade para marcar exames prejudica pacientes de São Paulo
Marcar consultas simples em alguns planos de saúde não tem sido tarefa fácil para a população de São Paulo, segundo pesquisa do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), que avaliou nove grandes operadoras de planos de saúde que atuam no Estado. Os prazos máximos para a marcação de consultas estabelecidos pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) não estão sendo cumpridos, consequentemente, exames também são atrasados, o que pode gerar demora no diagnóstico de doenças.
A atuação da central de agendamento de operadoras foi avaliada entre outubro e novembro, quando empresas descumpriram a resolução da ANS, de dezembro de 2011, que fixa prazo máximo para a marcação de consultas, exames e cirurgias. Para consultas básicas, como pediatria, ginecologia e obstetrícia, o prazo máximo é de sete dias, descontado o dia em que a marcação foi feita; para nutricionista, dez dias; e para outras especialidades, como endocrinologia, 14 dias.
Quanto mais rapidamente for liberado o exame, mais breve será o diagnóstico. E descobrir algumas doenças com antecedência pode resultar no sucesso ou não do tratamento”, afirma o patologista Carlos Renato Melo, presidente da Sociedade Brasileira de Patologia (SBP). “O prazo para liberação de exames de análises clínicas é de 3 dias, mas para a maioria dos exames anatomopatológicos, realizados por patologistas, o ideal são até cinco dias úteis”, completa Melo.
Exames de peças cirúrgicas de casos de câncer, de casos mais complexos, como biópsias renais, por exemplo, e de imuno-histoquímica, podem demandar maior tempo de avaliação. “Há também uma demanda crescente por diagnósticos em patologia cirúrgica, muito além da capacidade de trabalho dos patologistas. A falta desses profissionais médicos no mercado faz com que o prazo ideal de cinco dias nem sempre possa ser cumprido”, acrescentou o presidente da SBP.
As pessoas que encontrarem dificuldades para agendar consultas, exames ou procedimentos podem recorrer à central de atendimento da ANS ou para o Disque ANS: 0800 701 9656.
 

Nenhum comentário: