12 de dez de 2012

Coleção Pirlimpimpim: porta para novos leitores ao universo de Lobato


Globinho lança coleção com trechos selecionados da obra de Lobato

A coleção Pirlimpimpim foi concebida como porta de entrada para os novos leitores conhecerem a obra do pai da literatura infantil brasileira

O MedoAs jabuticabas As formigas-ruivas são os primeiros títulos da coleção Pirlimpimpim, que reúne histórias curtas, pinçadas do texto original de Monteiro Lobato e é indicada para leitores que estão começando a ler e querem estabelecer um primeiro contato as histórias do Sítio do Picapau Amarelo. Cada volume é ilustrado por um artista diferente, que tenta captar com seu estilo as aventuras dos personagens de Lobato.
Extraído do livro O Saci, de Monteiro Lobato, O Medo conta o episódio em que Pedrinho está prestes a realizar um grande desejo: desvendar os segredos da mata. E o Saci é quem irá mostrar ao menino os misteriosos “entes das trevas”. Pedrinho e Saci passam uma noite inteira no coração da mata e o neto de Dona Benta coloca à prova sua coragem. Guiado pelo Saci, ele vê de perto o Curupira, a “sacizada”, e conhece histórias de arrepiar como a do Jurupari , do Boitatá e do Negrinho do Pastoreio. Mais do que falar sobre o folclore, essa história trata do fascínio que o medo dos seres fantásticos exerce sobre as crianças.
Em As jabuticabas a tarde corre tranquila ao pé da jabuticabeira até que Narizinho leva uma ferroada de vespa na língua – o inseto estava aninhado na frutinha que a menina acabara de morder. Depois de receber os cuidados de Tia Nastácia, Narizinho vai se entreter com as notícias trazidas por Emília, que recorre a sua peculiar desenvoltura para contar o que aconteceu com a vespa da jabuticaba. A história, extraída deReinações de Narizinho, começa na conhecida cena em que Narizinho, Emília e Rabicó estão se deliciando com as frutas, numa profusão de gostos e onomatopeias (tloc!, pluft!, nhoc!).
Certa vez, Monteiro Lobato admitiu que nem mesmo ele, pai da personagem Emília, conseguia dominá-la, tamanho era o seu senso de independência. De fato, em várias passagens de Reinações de Narizinho, quem mais reina é a boneca de pano. Na história de As formigas-ruivas, Narizinho descobre que Emília é capaz de entender o que as formigas tanto conversam. A menina coloca a boneca para secar ao sol e, enquanto lhe faz companhia, fica observando as formigas indo e vindo em direção ao formigueiro, sempre parando para conversar umas com as outras quando se encontram no caminho. Emília revela a Narizinho que entende tudo o que as formigas falam e isso basta para as duas darem início a uma nova aventura.







O autorJosé Bento Monteiro Lobato nasceu em Taubaté (SP), em 18 de abril de 1882. Desde criança, gostava muito de ler, e ainda jovem começou a escrever para jornais e revistas. Estudou direito, mas logo abandonou a profissão para se dedicar à literatura. Foi escritor, jornalista, editor, tradutor e empresário. Além disso, foi dono de uma revista e fundou sua própria editora. Escreveu dezenas de livros para crianças e adultos. Em 1920, começou a publicar as primeiras histórias do Sítio do Picapau Amarelo. Faleceu em São Paulo, em 1948, aos 66 anos de idade. É considerado o pai da literatura infantil no Brasil.
Os ilustradores
O medo: Fabiana Salomão começou a ilustrar livros infantis em 1995, quando cursava a Faculdade de Belas Artes de São Paulo. Já imprimiu seu trabalho em mais de 100 títulos, entre eles, Peter Pan, de Monteiro Lobato, e Uma menina chamada Flor (Globinho), seu primeiro trabalho como autora e ilustradora.
As formigas-ruivas: A ilustradora paulista Tatiana Paiva é famosa pelo uso de tecidos e outros materiais em suas criações. Formada em desenho industrial pela FAAP, fez trabalhos para revistas e campanhas publicitárias e ilustrou diversos livros infantis. Tatiana usou de sua técnica mista que funde tintas e colagens para dar colorido e formas ao livro As formigas-ruivas.
As jabuticabas: Roberto Weigand nasceu em São Paulo e é formado em arquitetura pela USP. Com mais de 20 anos de carreira como ilustrador, Weigand tem no currículo um Prêmio Jabuti de ilustração infantil, conquistado em 1999, além de dois Prêmios Esso de Jornalismo de criação gráfica em revistas. 

Nenhum comentário: