20 de nov de 2012

Faculdade estimula os alunos a empreender




Faculdade estimula os alunos a empreender

Estudante conta sua trajetória e afirma que a graduação foi essencial para conseguir abrir seu próprio negócio.

Ter um curso superior no currículo já não é o único diferencial que garante espaço no mercado de trabalho. Os profissionais de hoje precisam estar atualizados com as tendências da sua área de atuação e buscar uma formação completa e multidisciplinar. “O ensino do Infnet é alinhado com as necessidades do mercado. Além disso, a instituição estimula o empreendedorismo para que os alunos formados tenham independência”, afirma Eduardo Ramos, reitor do Instituto Infnet, uma faculdade de referência nas áreas de Comunicação, Design, Tecnologia da Informação e Negócios.
Yuri Villas Boas, aluno da graduação de Design Gráfico do Infnet, é um estudante que aproveitou os conhecimentos que adquiriu no curso para montar sua própria empresa. Ele conta que desde criança já gostava de ter autonomia e de superar desafios. “Eu sempre tive uma veia empreendedora muito forte. Com a ajuda e o conhecimento absorvido do meu pai, que é engenheiro, eu desmontava e consertava brinquedos eletrônicos. Aos 16 anos, eu pensava em ser engenheiro, arquiteto, militar e médico, queria abraçar o mundo”, afirma.
Ainda na adolescência, em 2005, Yuri deu início a um curso para ser militar e a um curso de webdesigner. Para ganhar dinheiro, o jovem fazia alguns freelas, digitalizando teses de doutorados de médicos da UFRJ, hospital onde sua mãe trabalhava. “Com 17 anos eu consegui trabalhar como professor de web e pacotes office. O contato com uma aluna, coordenadora da Comlurb, me rendeu mais um freela, no qual eu organizava dados cadastrais de garis e outros funcionários de 10 anos atrás. Aprendi a usar o Access e consegui organizar os dados, o que me garantiu um bom dinheiro na época”, acrescenta.
Em 2007, Yuri conheceu o Infnet e passou a assistir palestras, que o ajudaram a ter uma ideia do mercado em que queria atuar. O aprendizado obtido com as palestras garantiu alguns freelas na área de design. Um ano depois, o jovem entrou para a graduação de Design Gráfico e com um mês de curso conseguiu um estágio. “O horário era flexível e eu conseguia participar das aulas e trabalhar. Com o aprendizado multidisciplinar da graduação, que inclui web design, marketing e gestão, eu consegui destaque e desenvolvi alguns layouts para campanhas políticas para candidatos a prefeituras e vereadores”, declara.
Oito meses depois, o estágio acabou e Yuri decidiu que era hora de abrir o seu próprio negócio. O estudante tentou montar um projeto web com um amigo, mas não deu certo por falta de capital e de maturidade. Em outra oportunidade de estágio, o rapaz pode gerenciar projetos web e adquiriu mais responsabilidade. “Com dois meses de estágio e muitos serviços freelas, resolvi trabalhar de casa, onde surgiu minha primeira empresa, a “Agência Multiply”. Eu tinha 20 anos e como tinha pouca experiência, esclarecia dúvidas com os professores e implementava nos trabalhos”, ressalta.
Yuri percebeu que sozinho não conseguiria cuidar de todos os processos de uma empresa e procurou um sócio para complementar o negócio. Neste processo, surgiu a “Safira Digital”. “Com um plano definido, consegui extrair o máximo de experiência dos professores para implementar na minha empresa e deu certo. Hoje, com três anos de existência, a Safira Digital conta com uma equipe de oito profissionais e uma boa cartela de clientes, como Frejat, Petkovic, PDG, Pontofrio, Petros e Sandálias Kenner”, diz.
Ramos aponta que esta é apenas uma das várias histórias de sucesso dos alunos que se formam no Infnet. A preocupação do instituto vai além da excelência no ensino. “Nós buscamos oferecer um ensino superior diferenciado e favorecer a entrada dos estudantes no mercado de trabalho. Não basta ensinar a atuar com Design, TI ou Comunicação, é preciso mostrar os caminhos para atuar em uma empresa e incentivar o empreendedorismo, dando as ferramentas necessárias para que sejam criadas novas empresas”, acrescenta.
Serviço: Instituto Infnet
Endereço: Rua São José, 90 / 2º piso, Rio de Janeiro - RJ.
Fone: (55-21) 2122-8800
Email: info@infnet.edu.br
Site: http://www.infnet.edu.br

Nenhum comentário: