4 de out de 2012

SescTV mostra grupos de teatro infantil que trabalham com diferentes técnicas de animação de bonecos e objetos ou cinematográficas

sesctv___loguinho_para_maxpress.jpg 
    SescTV mostra grupos de teatro infantil que trabalham com diferentes técnicas de animação de bonecos e objetos ou cinematográficas
  
 Inédito, o programa vai ao ar no dia 09/10, terça, às 22h
    animacao_de_sonhos_foto_jorge_etecheber_6947.jpg         
    Espetáculo: O Homem que Ama Caixas, da Artesanal Cia. de Teatro. Foto: Jorge Etecheber 
        
Com pesquisa, roteiro e entrevista de Sebastião Milaré e direção de Amilcar M. Claro, o SescTV apresenta Animação de Sonhos, episódio da série Teatro e Circunstância, que fala sobre diversas técnicas utilizadas por companhias que fazem espetáculos para criança por todo o País, como animação de boneco e objetos ou uso de vídeos. Integrando um grupo de programas com o tema O Teatro para Criança no Brasil, o episódio traz depoimentos de atores, diretores e dramaturgos que também abordam a importância das obras para o público infantil e o processo de criação de cada uma.
Participam da atração a Artesanal Cia. de Teatro, do Rio de Janeiro; o Grupo Armatrux, de Belo Horizonte; a Teatro Por Um Triz, de São Paulo; e a Cia. Teatro da Meia Noite, de Maceió.    
Mesclar audiovisual com teatro em seus espetáculos é a fórmula encontrada pela Cia. Teatro da Meia Noite, criada em 2000, para conectar as crianças de hoje, que vivem num mundo virtual, à história e à cultura de seu estado (Alagoas), conta Julian Costa, diretor do grupo. “Sem perder o encantamento e o lúdico da tradição da cultura popular” explica. Um exemplo disso é Meu Pé de Fulô, cujo vestuário foi moldado com elementos da cultura popular nordestina e a trilha sonora apresenta instrumentos regionais, como sanfona, pífano e zabumba.   
Integrantes do Grupo Armatrux, da capital mineira, recordam o início da companhia no final da década de 80 e início da de 90, quando já empregavam a linguagem do circo e o uso de bonecos em suas obras. A pesquisa de linguagem sempre esteve presente no trabalho do grupo, que tem como um de seus maiores sucessos oArmatrux – A Banda, com direção da própria companhia. No espetáculo, bonecos tocam instrumentos diversos com trilha sonora da banda mineira Pato Fu.
Os bonecos também estão presentes nos espetáculos da companhia paulista Teatro Por Um Triz, porém estes contracenam com atores. Márcia Nunes, atriz e fundadora do grupo, conta que começaram com luvas e um pouco de vara e depois, a partir do cenário da peça Pinóquio Etc e Tal, dirigida por Henrique Sithchin, tiveram a ideia de dar vida a objetos. Péricles Raggio, ator e fundador do grupo, comenta que há uma preocupação social, por parte dos integrantes da companhia, na produção dos espetáculos. Eles sempre procuram mostrar para as crianças que é possível superar a pobreza e a morte, enfrentar sentimentos como o medo e realizar sonhos e desejos.   
Já a Artesanal Cia. de Teatro, do Rio de Janeiro, que começou com atores recém-formados e sem técnica, apoia-se em pesquisas e incorpora diferentes linguagens nos seus espetáculos. Sua principal característica é a mistura de cinema, bonecos, cantos e videografismo nas obras levadas ao palco. Em O Homem que Amava Caixas, dirigido por Gustavo Bicalho e Henrique Gonçalves, bonecos são manipulados para demonstrar o amor entre pai e filho.      
Sobre a série Teatro e Circunstância:  
Constituída por temporadas temáticas, a série aborda o teatro contemporâneo nacional por meio de diferentes aspectos, como a relação dessa arte com a cidade; as técnicas interpretativas; as diferentes arquiteturas teatrais ou as exclusões delas; o espaço para a celebração dramática; o teatro para o público infanto-juvenil; a reinvenção da história; o teatro comunitário e étnico; o tradicional e o contemporâneo; o teatro de rua, entre outros.    
Sobre o SescTV  
Um canal de televisão, 24 horas por dia dedicado à cultura, credenciado pelo Ministério da Cultura como canal de programação composto exclusivamente por obras cinematográficas e audiovisuais brasileiras de produção independente, conforme Portaria nº 137, publicada em 27 de outubro de 2010.
Sua grade de programação é permeada por espetáculos, documentários, filmes e entrevistas. As atrações apresentam shows gravados ao vivo com grandes nomes da música e da dança. Documentários sobre artes visuais, teatro e sociedade abordam nomes, fatos e ideias da cultura brasileira. Ciclos temáticos de filmes e programas de entrevistas sobre literatura, cinema e outras artes também estão presentes na programação.  
SERVIÇO:  
Série: Teatro e Circunstância
Tema: O Teatro para Criança no Brasil  
Título: Animação de Sonhos
Estreia: 09/10, terça, às 22h
Reapresentações: 10/10, às 16h; 11/10, às 10h; e 14/10, às 15h.
Classificação indicativa: Livre       
Pesquisa, roteiro e entrevistas: Sebastião Milaré
Direção: Amilcar M. Claro
Produtora: Amilcar Claro Produções   

Nenhum comentário: