13 de out de 2012

Salão de Humor de Piracicaba recebe visitas até domingo


A mostra principal está em cartaz no Engenho Central; exposições paralelas podem ser vistas em diversos espaços da cidade



À margem do Rio Piracicaba, os imponentes barracões do antigo engenho de açúcar dão lugar à arte do riso. O Armazém 14, edifício em estilo francês do século 19, abriga a mostra principal da 39ª edição do Salão Internacional de Humor de Piracicaba, aberta à visitação das 10h às 21h, até domingo (14). Além disso, paralelas ocupam diversos espaços da cidade. A programação é toda gratuita.

No Parque do Engenho Central, 10 paralelas permanecem abertas durante o feriado, das 10h às 21h. Na sede do CEDHU Piracicaba (Centro Nacional de Humor Gráfico), Una Donna Di Poche Parole reúne obras da italiana Marilena Nardi, professora de artes na Academia de Belas Artes de Veneza.

O Armazém 14 abriga Humor do Dia a Dia na Folha de S. Paulo, um conjunto de charges sobre a rotina da cidade grande. Um Certo Humor Ucraniano, organizada pelo cartunista e membro do júri  de premiação do Salão Vladimir Kazanevsky, apresenta trabalhos de grandes artistas da Ucrânia.

Há ainda Xilogravuras de Samuel Casal; Lugares In-Comuns, uma homenagem a Jaguar; Painel Microcontos de Humor e Retalhos de Junior Lopes, que caricaturou Caetano Veloso, Roberto Carlos, Amy Winehouse, Frida Kahlo e Raul Seixas utilizando pedaços de tecido.

No hall do Teatro Erotides de Campos, Ecocartoon apresenta desenhos sobre meio ambiente. No Armazém 9, onde também está abrigado o 10° Salãozinho de Humor, o público encontra a mostra Brasil do Bem, com caricaturas de personalidades que marcaram a história do país. No Armazém 14A, Chico Anysio, Dando a Cara a Traço traz caricaturas dos inesquecíveis personagens do artista cearense.

MAIS PARALELAS – Na Estação Rodoviária Intermunicipal de Piracicaba, a mostra Zélio Cartunista permanece aberta das 8h às 22h. O Hospital Independência exibe De Médico e Louco Todo Mundo Tem um Pouco, com obras do premiado desenhista gaúcho Ronaldo Cunha Dias, o dia todo.

O Teatro Municipal Dr. Losso Netto apresenta, das 10h às 20h, 20 Anos de Humor Universitário, com caricaturas premiadas e selecionadas em 20 anos do evento realizado pela UNIMEP (Universidade Metodista de Piracicaba).

No Casarão do Turismo, o público confere, das 13h às 17h, O Humor Está Servido, com desenhos selecionados para a 38ª edição do Salão sobre o tema Alimentação. O Museu Histórico e Pedagógico Prudente de Moraes, aberto das 9h às 17h, apresenta Desenhos de Humor na Revista Mirante.

EDIÇÃO HISTÓRICA – Com realização da Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria da Ação Cultural e do Centro Nacional de Humor, a 39a edição do Salão é a maior da história. São 436 charges, cartuns, caricaturas e histórias em quadrinhos de humor que propõem a reflexão sobre assuntos como escândalos políticos, miséria, religião, autoritarismo e meio-ambiente. Os trabalhos foram produzidos por artistas de 64 países, entre eles Turquia, Irã, Azerbaijão, México, Albânia, Rússia, Macedônia, Cuba e Romênia.

O tema especial é a Intolerância, com desenhos sobre a censura, a orientação sexual e a guerra entre os povos. A ideia remonta à criação do Salão, em 1974, como protesto à Ditadura Militar. Na ocasião, um grupo de piracicabanos teve o apoio de membros do semanário O Pasquim.

A obra de Bruno Hamzagic de Carvalho, de Taboão da Serra, ocupa lugar de destaque. Ao desenhar o trompetista Louis Armstrong, ele garantiu o primeiro lugar em Caricatura e o Grande Prêmio Zélio de Ouro, honraria máxima. Bruno levou R$ 15 mil, de um total de R$ 47 mil em prêmios, entregue aos primeiros lugares nas categorias.

SERVIÇO
 – 39º Salão Internacional de Humor de Piracicaba. Até 14 de outubro no Engenho Central (avenida Maurice Allain, 454). Até domingo, das 10h às 21h. Programação completa no sitesalaodehumor.piracicaba.sp.gov.br. Informações: (19) 3403-2615. Entrada gratuita.

Nenhum comentário: