4 de out de 2012

Nova exposição no Museu Afro Brasil: "Sangue e Água"


Museu Afro Brasil recebe exposição “Sangue e Água – Percursos no Bom Jesus de Braga”Mostra tem abertura dia 12 de outubro e revela a cidade de Braga, centro de devoção popular em Portugal, através do olhar do fotógrafo português Manuel Correia.
O Museu Afro Brasil, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, exibe, a partir de 12 de outubro, a mostra “Sangue e Água – Percursos no Bom Jesus de Braga”, trazendo a atmosfera religiosa de Braga ao Parque do Ibirapuera. 
A exposição, que faz parte da programação do Ano de Portugal no Brasil, exibe 30 fotos realizadas pelo fotógrafo português Manuel Correia, frequentador do santuário - não só com intenções fotográficas, mas no papel de apaixonado por Braga, cidade em que nasceu.
 
Cercado de mata e rasgado por um funicular , bondinho no plano inclinado, esse cenário foi absorvido e observado, intimamente, na última década, pelo fotógrafo de 46 anos. A cidade acumula tanto as marcas da presença do Império Romano na península ibérica como do poder dos arcebispos da Igreja Católica, a partir do século XVI. De forte e exuberante influência na região do Minho, o catolicismo se espraiou intensamente na arquitetura, nas artes e na política bracarenses. Imponente, erguida sobre as bases de um antigo templo romano e com vestígios das várias fases da construção da cidade, a Sé de Braga entrou para o imaginário mundial dos fiéis católicos, mas não encerra, em seus limites, o halo formado por crucifixos, insígnias e batinas.
"Essa exposição apresenta essa estância religiosa e os percursos da frondosa mata, captados nas suas mutações de luz e cor nas quatro estações do ano numa perspectiva por um lado histórica, mas por outro, numa visão muito pessoal. Este projeto foi também um dos suportes da candidatura do Santuário do Bom Jesus de Braga a Patrimônio da Humanidade, que decorreu em abril de 2012", afirma Manuel Correia.
Manuel Correia admite questionamentos religiosos na concepção do conjunto da obra e não teme projetá-los nos outros visitantes. "Quem subir ao Bom Jesus do Monte como peregrino ou como simples turista, movido pelo espírito de fé e amor à arte ou mesmo desprovido de qualquer destes sentimentos, perante a beleza natural e monumental da obra artística que os seus olhos contemplam, não poderá abafar a interrogação que o seu espírito, por mais limitado que seja, não deixará de lhe colocar, mesmo que não tenha coragem de a expressar publicamente: A que se deve tudo isto?", Correia indaga. 
Serviço:
Exposição:        "Sangue e Água - Percursos no Bom Jesus de Braga"
Abertura: 12 de outubro, às 13h
Endereço: Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n 
Parque do Ibirapuera, portão 10, São Paulo
Tel.: (11) 3320-8900 ramal 8921 – agendamento/ educativo para visitas monitoradas
Funcionamento: de terça a domingo, das 10h às 18h (entrada até as 17h)
Entrada Gratuita

Nenhum comentário: