5 de out de 2012

Giroto pede voto consciente para a mudança certa


Giroto pede voto consciente para a mudança certa

Faltando seis dias para as eleições, o candidato a prefeito de Campo Grande pela coligação “Mais trabalho por Campo Grande”, Edson Giroto (PMDB), tem apostado na conscientização para a mudança certa em suas reuniões. Na noite dessa segunda-feira (1) o candidato percorreu diversas regiões da cidade, onde conversou com moradores, trabalhadores e simpatizantes de sua candidatura.

Com a ideia central de que a mudança ocorrerá, o norte do discurso de Giroto com a população é baseado no incentivo à reflexão, para que “a mudança ocorra, mas de forma segura, responsável e dentro daquilo que configura o melhor quadro para a administração da Capital”.

“Eu represento sim a continuidade de um processo administrativo, mas todos nós temos estilo próprio e eu tenho a minha forma de pensar e ver a nossa cidade. Essa identidade quero imprimir à prefeitura de Campo Grande, assim como meus antecessores tiveram as deles. Todos aqueles que passaram, deram suas contribuições para que chegássemos a Capital que somos hoje. Na minha avaliação agora é o momento de direcionar a gestão para as pessoas, essa será a marca que deixaremos”, explica Giroto.

Desde o início de sua campanha, Giroto tem apresentado o plano de 15 metas, elaboradas para serem realizadas nos próximos quatro anos da administração. Com ações nos mais variados setores, todos os compromissos expressos por meio das metas, se complementam. “Nossas ações todas serão integradas para cumprir dois grandes objetivos: preservar a qualidade de vida da nossa gente e proteger as famílias campo-grandenses”, declara Giroto.

Ainda em consonância com essas duas correntes de pensamento, o candidato detalhou o que chama de “política social”, que suplanta os serviços de assistência e abrange questões como a saúde pública, educação, geração de emprego e renda e habitação, além da assistência social.

Para o engenheiro Edison Holzmann a decisão dos eleitores de Campo Grande deve estar vinculada a lembrança. “Estou em Campo Grande há 24 anos e mantenho viva na memória a lembrança de como era a nossa cidade antigamente. Não tem como questionar que o progresso chegou e se nos lembrarmos disso vamos votar corretamente. Eu sempre me preocupo em analisar os candidatos que se apresentam para pedir o meu voto. A população deve fazer o mesmo, analisar, levar em consideração o currículo, experiência e a base política dos candidatos. Escolhendo o que tem mais apoio, mais experiência e o mais capacitado, Campo Grande vai votar certo”, diz.

Conhecimento técnico

Em uma das reuniões dessa segunda-feira, o prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad, destacou a origem de Giroto do meio técnico. Para Nelsinho esse é um grande diferencial para a administração pública.

“Diferente do governador André (Puccinelli) e de mim, o Giroto emergiu do meio técnico, não do meio político, isso é um grande diferencial, visto que o único comprometimento dele é com a cidade e com resultados. Foi isso que o ex-presidente Lula viu na presidente Dilma, que também veio do meio técnico e por isso estamos indicando o Giroto, porque tem conhecimento, capacidade e competência para fazer uma gestão por resultados”, frisou Nelsinho.

Nenhum comentário: