3 de out de 2012

Biblioteca Comunitári​a da UFSCar apresenta a exposição Hileia


Biblioteca Comunitária da UFSCar apresenta a exposição Hileia

Hileia, em grego, significa mata virgem, inexplorada; nome dado, no século XIX, pelo naturalista alemão Humboldt, à grande floresta equatoriana que se estende dos Andes peruanos até o Oceano Atlântico

A Biblioteca Comunitária (BCo) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) realiza hoje dia 3 de outubro, a abertura da exposição "Hileia", que ficará aberta até o dia 31 do mesmo mês. A exposição é uma coletânea do grupo Antropoantro (Campinas), composta por uma obra coletiva e obras individuais das sete artistas, e trabalha com a contradição existente entre o significado original de hileia e a condição real da floresta na contemporaneidade.
Hileia, em grego, significa mata virgem, inexplorada e esse foi o nome dado, no século XIX, pelo naturalista alemão Humboldt, à grande floresta equatoriana que se estende dos Andes peruanos até o Oceano Atlântico. A Floresta Amazônica é a parte brasileira da Hileia.
O valor artístico deste projeto não recai somente, ou especificamente, na materialidade das obras, mas também na sua imaterialidade: na circulação das ideias de exploração e geração conscientes de riquezas no país, de ocupação de território sem causar devastação, de turismo ecológico que respeite o ambiente e da urgência de uma investigação das causas da perda de diversidade que possam levar ao questionamento da legislação existente no país.
A formação e a perpetuação de uma floresta dependem da integração de todos os elementos que formam seu ecossistema: plantas, animais, seres humanos, fungos, geografia específica, regime climático etc. Do mesmo modo, o projeto Hileia, constituído por múltiplas ações, depende também das relações que serão construídas, tanto pelas artistas que exploram linguagens diversas (fotografia, desenho, pintura, objetos, instalação) quanto pelo público, ao longo do percurso de suas atividades. O Grupo Antropoantro já fez diversas exposições tanto no Brasil quanto no exterior.
A visitação terá abertura amanhã, às 18 horas, com a presença da artista plástica Sílvia Matos, na própria Biblioteca, localizada na área Norte do campus São Carlos da UFSCar. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (16) 3351-8275.

Nenhum comentário: