3 de out de 2012

'Amazônia Eterna' no Festival do Rio - vídeos


‘Amazônia Eterna’, de Belisario Franca, participa da Première Brasil do Festival do Rio
LONGA QUE REÚNE O DEBATE SOBRE A SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA DA REGIÃO ESTÁ NA MOSTRA HORS CONCOURS

Realizado por meio de parceria entre a produtora Giros e a Agência TUDO, o documentário “Amazônia Eterna”, de Belisario Franca participa como hors concours da mostra Première Brasil no Festival do Rio, ao lado de dois outros documentários e quatro ficções.
O filme mostra como a Floresta Amazônica vive hoje diferentes formas de exploração econômica e desperta a preocupação de organizações ligadas à preservação ambiental, mas também o interesse de grupos empresariais. Com uma área de mais de cinco milhões de quilômetros quadrados, a região possui uma infinidade de espécies vegetais e animais e cerca de 20% das reservas de água doce do planeta.
A sessão de gala do “Amazônia Eterna” será no Cine Odeon no dia 9 de outubro, às 19h15m, para convidados. As demais exibições serão no dia 3 de outubro, às 18h, no Cine Telabrasil; no dia 4, às 20h, no Ponto Cine; dia 10, às 17h30, no Estação Vivo Gávea; e dia 11, às 21h, no Cine Santa.
O filme terá ainda uma sessão especial para os alunos do curso de Cinema da PUC-Rio, no dia 10, a partir das 10h na própria universidade. Em seguida os alunos participam de debate com o diretor.
O longa leva o público numa viagem corajosa que, despida de preconceitos, visita e apresenta relevantes projetos de sustentabilidade na região, inseridos em um dos mais ricos e surpreendentes cenários do mundo. Dirigido por Belisario Franca (Giros) e idealizado em parceria com Maurício Magalhães (Agência TUDO), o filme traz uma nova visão sobre as possibilidades de convivência harmônica entre a exploração da economia verde e a manutenção do ecossistema amazônico. O documentário apresenta nove projetos com propostas bem-sucedidas do uso da floresta de maneira sustentável, beneficiando diretamente a população local e promovendo boas parcerias econômicas. Atividades como agricultura, pesca, pecuária e extrativismo são desvendadas sob o respaldo de especialistas, entre eles o economista Sérgio Besserman, a ambientalista Bertha Becker, e o ecologista Virgilio Viana, além do depoimento de amazônidas.
“A Giros busca sempre desenvolver projetos que vão além do entretenimento puro, que tenham também uma causa e uma relevância para a sociedade. Conheci a Amazônia em filmes que rodamos anteriormente e percebi que no Brasil falamos apenas dos problemas de degradação da floresta”, explica Belisario Franca.
Por meio da parceria com a Agência TUDO, os projetos que aparecem na tela foram selecionados e apurados cuidadosamente durante quase dois anos. O trabalho de seleção buscou equilibrar prós e contras dos projetos, deixando fluir as discussões em torno da questão ambiental que os envolve. “Era preciso estressar o argumento até que ele estivesse perfeito. E eu tenho orgulho de dizer que nós chegamos, quando entendemos que deveríamos mostrar cases bem-sucedidos, nos mais diversos segmentos, e que podem ser reproduzidos em escala.”, aponta Maurício Magalhães, presidente da TUDO. “Com tanto pessimismo por aí, o filme é uma janela para uma reversão que ainda é possível. É um filme questionador, mas com positividade. Sim, é possível ter uma economia pulsante e vibrante e totalmente legal. É uma questão de atitude”, completa.
O documentário conta com o Patrocínio exclusivo da Vale, por meio da Lei do Audiovisual.
Festival do Rio
Criado em 1999, o Festival do Rio é hoje o maior evento audiovisual da América Latina. Durante duas semanas, o festival de cinema se espalha por diversos pontos do Rio de Janeiro com a exibição de filmes de todos os cantos do mundo, promovendo debates, oficinas e seminários, ações sociais e comunitárias, e conta com a participação de convidados internacionais – como Jeanne Moreau, Marisa Paredes, Viggo Mortensen, entre outros, em edições anteriores.
A cada ano, as principais produções dos festivais de Cannes, Sundance, Veneza e Berlim são apresentadas ao público brasileiro durante o evento que, só em 2011, atraiu cerca de 270 mil espectadores. Além dos filmes, o Festival do Rio também realiza o RioMarket, o maior encontro de negócios da América Latina.
Atualmente em sua 14ª edição, o Festival do Rio apresenta mostras já consagradas como Panorama, Expectativa 2012, Première Brasil, Première Latina, Midnight, Midnight Terror e Midnight Música, Gay, Fronteiras, Dox, Filme Doc, Geração, Itinerários Únicos e Meio Ambiente, e presta homenagem a grandes diretores com mostras especiais.
O Festival do Rio 2012 conta com o patrocínio da RIOFILME - Distribuidoras de Filmes S.A e PETROBRAS, os incentivos fiscais do Ministério da Cultura (via Lei Rouanet), Lei Estadual à Cultura do Rio de Janeiro, e Lei Municipal 1940/92 e o apoio das empresas CCR e TELECHEQUE.
Cinema Odeon Petrobras - Praça Floriano, 7 – Centro
Cine Telabrasil - Praça Santa Emiliana - Rua Santa Engracia, s/n – Penha
Ponto Cine - Estrada do Camboatá, 2300 - Guadalupe Shopping – Guadalupe
Estação Vivo – Rua Marquês de São Vicente, 52, 4º andar – Gávea
Cine Santa - Rua Paschoal Carlos Magno, 136 - Largo dos Guimarães - Santa Teresa

Nenhum comentário: