3 de set de 2012

Novo filme de Marcelo Gomes participa dos Festivais de Toronto e San Sebastian


"Era uma vez eu, Verônica", compete nos dois festivais e também no 45º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro.
 Hermila Guedes  é a atriz principal do filme, que tem fotografia de Mauro PInheiro Jr. 

Era uma vez eu, Verônica revela as reflexões de Verônica, uma estudante de medicina recém-formada, passando por um momento de incertezas. Ela questiona não só suas escolhas profissionais, como suas relações mais íntimas e até mesmo sua capacidade de lidar com a vida. O filme é protagonizado pela atriz Hermila Guedes e tem participação de João Miguel, W.J.Solha, Renata Roberta e Inaê Veríssimo.

O longa será a única produção de língua portuguesa que fará sua world première no 37° TIFF Toronto International Film Festival, - que se destaca por ter o segundo maior mercado  para compradores, distribuidores, sales agent e TV, perdendo apenas para Cannes.  Em Toronto, o filme será exibido no dia 08 de setembro, sábado.  Já no 60º Festival de Cinema de San Sebastian, que nesta edição homenageia o Brasil, Era uma vez eu, Verônica, será exibido no dia 28 de setembro, na seção Horizontes Latinos, que premia o melhor filme com o valor de €35 mil para lançamento na Espanha, considerada a principal porta de entrada para filmes latinos na Europa. O primeiro longa de Marcelo Gomes,  Cinema, Aspirinas e Urubus, também será exibido em San Sebastian, dentro da retrospectiva que o  Cine en Construccion realizará, para comemorar seu 10º aniversário.

SOBRE MARCELO GOMES
Marcelo iniciou o contato com o cinema começou com a criação de um cineclube em sua cidade, Recife. Mais tarde, se formou em Film Studies na Bristol University e dirigiu vários curtas premiados. Seu primeiro longa,Cinema, Aspirinas e Urubus, estreou na mostra Un Certain Regard, em Cannes/2005 e recebeu o Prêmio do Ministério da Educação da França, além de mais de 50 prêmios em festivais pelo mundo todo. Em 2009, Marcelo apresentou, no Festival Internacional de Cinema de Veneza, Viajo porque preciso, volto porque te amo, co-dirigido com Karim Aïnouz.

Filmografia
ERA UMA VEZ EU, VERÔNICA - lançamento (Longa-metragem, ficção, cor, 91 min, 35 mm)
VIAJO PORQUE PRECISO, VOLTO PORQUE TE AMO – 2009 (Longa-metragem, ficção, cor, 78 min, Vídeo)
CINEMA, ASPIRINA E URUBUS – 2005 (Longa-metragem, ficção, cor, 100 min, 35 mm)
SERTÃO DE ACRÍLICO AZUL PISCINA - 2004 (Curta-metragem, documentário, cor. 26 min. Vídeo.)
AH! SE A VIDA FOSSE SEMPRE ASSIM – 2004 (Vídeo-instalação, Cor. Vídeo.)
CLANDESTINA FELICIDADE -1998 (Curta-metragem, ficção, P & B, 17 min. 35 mm.)
PUNK, ROCK, HARD-CORE - ALTO JOSÉ DO PINHO -1996 (Curta-metragem, documentário, cor, 15min. Vídeo.)
MARACATU, MARACATUS - 1994 (Curta-metragem, cor, 15 min. 35 mm.)
A PERNA CABILUDA- 1994 (Curta-metragem, documentário, cor, 17min. Vídeo.)
SAMYDARSH: OS ARTISTAS DA RUA - 1993 (Curta-metragem, documentário, cor, 10min. Vídeo)


ERA UMA VEZ EU, VERÔNICABrasil, 2012, 90 min, cor.
Roteiro e Direção: Marcelo Gomes
Produtores: João Vieira Jr. e Sara Silveira
Diretor de Fotografia: Mauro Pinheiro Jr., ABC
Diretor de Arte: Marcos Pedroso
Montagem: Karen Harley
Produção Executiva: Nara Aragão


REC Produtores Associados
REC Produtores Associados desde 1998 tem se dedicado ao cinema autoral. Ficou conhecida com filmes como Cinema, Aspirinas e Urubus (mais de 50 prêmios no mundo todo), de Marcelo Gomes e KFZ-1348, de Gabriel Mascaro e Marcelo Pedroso. Co-produziu Baixio das Bestas (International Film Festival Rotterdam) e O Rap do Pequeno Príncipe Contra as Almas Sebosas (Festival Internacional del Nuevo Cine Latinoamericano de La Habana). Lançou em 2010 Viajo porque preciso, volto porque te amo, de Marcelo Gomes e Karim Aïnouz, no Festival de Veneza. Atualmente, a REC finaliza Tatuagem, de Hilton Lacerda e se prepara para filmar O Homem das Multidões, de Cao Guimarães e Marcelo Gomes.

Dezenove Som e Imagens
A Dezenove Som e Imagens foi fundada em 1991 pelo cineasta Carlos Reichenbach e pela produtora Sara Silveira, voltada para a produção de filmes de longa e curta-metragem de realizadores independentes, para o mercado nacional e internacional. Desde então, em parceria com a produtora Maria Ionescu, vem produzindo alguns dos filmes de maior destaque na cinematografia nacional, entre os quais Cinema, Aspirinas e Urubus, de Marcelo Gomes, Ó Paí, Ó, de Monique Gardenberg, Bicho de Sete Cabeças, de Laís Bodansky, Durval Discos, de Anna Muylaert, Ação Entre Amigos, de Beto Brant, Dois Córregos, de Carlos Reichenbach, Solo Dios Sabe, de Carlos Bolado, Falsa Loura, de Carlos Reichenbach, É Proibido Fumar, de Anna Muylaert, Os Famosos e os Duendes da Morte, de Esmir Filho, Insolação, de Daniela Thomas e Felipe Hirsch, Girimunho, de Helvécio Marins Jr. e Clarissa Campolina, e Trabalhar Cansa, de Juliana Rojas e Marcos Dutra.


Nenhum comentário: