7 de ago de 2012

Uma escritora mirim na Bienal do Livro de São Paulo


Alice Vitória, de apenas 9 anos, estará no espaço dos autores

independentes, a Travessa Literária. Personagens de suas histórias sairão

dos livros para interagir com o público.





Sergipana de Aracaju, Alice Vitória Rocha Silva é a ilustração perfeita do tema que rege a 22ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, promovida pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), de 9 a 19 de agosto, na capital paulista: "Livros transformam o mundo, livros transformam pessoas".


Os livros mudaram mesmo a vida dessa jovem leitora voraz, conhecedora dos clássicos infantis, que já sonhava contar suas próprias histórias aos cinco anos de idade. Aos sete tornou–se oficialmente escritora, lançando o “O Monstro de Chocolate” na edição 2010 da Bienal. A obra, em um formato original, tinha tradução simultânea, do português para o inglês, francês e espanhol. Exigência da autora: “Crianças do mundo inteiro precisam gostar de ler”, explicou Alice, que é também protagonista de um projeto idealizado por seus pais, o “Um Sonho Possível!’, de incentivo à leitura e aos talentos literários precoces.

Nesta Bienal, Alice Vitória vai expor e autografar, além do primeiro livro, o conto “A Bruxinha Boazinha”, no mesmo formato multilíngue de “O Monstro do Chocolate”. Ela promete agitar o espaço dos escritores independentes no evento, “dando vida” às personagens de suas histórias. 

Arte e poesia

Para o público  infantil da 22ª Bienal, parte significativa dos 800 mil visitantes que o evento espera receber no Pavilhão do Anhembi, os expositores independentes da Travessa Literária levam também opções de arte e poesia na linha educativa. Como a professora de educação artística Maria Ignez Ferro, paulistana, que lançará duas obras de apoio a atividades de arte na escola: “Recorte e Colagem” e “Dobradura em Círculos”. Ou o escritor Abdias Campos, de Recife (PE), com poesia de cordel nos “Meu Cordelzinho de Histórias”, kit com oito livretos e um audiolivro, e “Cordel da Nova Ortografia”, em cartilha.

Criança e jovem

As novas gerações terão muitas outras atividades especiais na 22ª Bienal do Livro, como no Espaço Infantil, com curadoria do Instituto Pró-livro, e no Espaço Jovem # Você + Quem = ?, comandado pelo jornalista Zeca Camargo em parceria com Maria Tereza Arruda Rangel Campos. São dois dos sete pilares que compõem a programação cultural do evento, cujos conteúdos estão também sendo orientados por Antonio Carlos de Moraes Sartini, diretor do Museu da Língua Portuguesa, os jornalistas Paulo Markum e A.P Quartim de Moraes (responsáveis por Salão de Ideias e Espaço Negócios), a educadora Guiomar Namo de Mello (Espaço do Professor), o chef André Boccato (Espaço Gourmet Cravo e Canela) e o crítico de cinema Rubens Ewald Filho (Telas & Palcos).

Para saber mais sobre os autores citados, acesse os links:
www.dobraduraemcirculos.com.br - Maria Ignez Ferro
www.abdiascampos.com.br - Abdias Campos
www.republicadosinocentes.blogspot.com - Alice Vitória Rocha Silva


 
SERVIÇO

22ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo

Período: 9 a 19 de agosto de 2012

Horário de funcionamento: das 10 às 22h

Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi
End.: Av. Olavo Fontoura, 1.209 – São Paulo – SP

Valor do ingresso: R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia)
Entrada gratuita: professores, profissionais da cadeia produtiva do livro, bibliotecários, estudantes inscritos pelo sistema de visitação escolar programada, maiores de 60 anos e crianças com até 12 anos, mediante apresentação de documento comprobatório.



Sobre a CBL – 65 Anos

Fundada em 20 de setembro de 1946, a Câmara Brasileira do Livro (CBL) congrega editores, livreiros, distribuidores e creditistas de todo o Brasil, com o objetivo maior de valorizar o livro e, assim, desenvolver e ampliar o mercado e o próprio negócio livreiro no País. Difundir e estimular o hábito da leitura e a democratização do acesso ao livro são, nesse sentido, as maiores bandeiras e principal foco de ação da entidade.

A CBL organiza alguns dos mais importantes e tradicionais eventos do setor editorial brasileiro, como a Bienal Internacional do Livro de São Paulo, o Prêmio Jabuti, o mais importante do setor no país, e o Congresso Internacional CBL do Livro Digital. Mantém,ainda, a Escola do Livro, além de apoiar a realização de feiras nacionais einternacionais. Sua ampla representatividade no setor também garantiu à entidade a responsabilidade de viabilizar e organizar a participação das editoras brasileiras nas homenagens ao Brasil nas feiras de Bogotá 2012 e Frankfurt 2013.

Sobre a Reed Exhibitions Alcantara Machado
Criada em 2007, a Reed Exhibitions Alcantara Machado é resultado da joint-venture entre a maior promotora de feiras do mundo, a Reed Exhibitions, presente no Brasil desde 1997, e a maior da América Latina, a Alcantara Machado Feiras de Negócios, fundada em 1956 e líder no mercado latino americano.  Com eventos nos setores mais ativos da economia, no biênio 2010-2011 a empresa realizou somente Brasil mais de 56 grandes Feiras de Negócios e Consumo, ocupando assim o 1ºlugar em quantidade de eventos, volumem de visitantes e compradores, e metragem total de expositores, dentre as empresas associadas à UBRAFE (União Brasileira dos Promotores de Feira).

Sobre a Reed Exhibitions
A Reed Exhibitions é a principal organizadora de eventos do mundo, reunindo mais de 6 milhões de profissionais ao redor do planeta, gerando bilhões de dólares em negócios. Hoje, os eventos da Reed estão presentes em 35 países, distribuídos pelas Américas, Europa, Oriente Médio e Ásia e organizados por 35 escritórios próprios que empregam mais de 2.500 funcionários.
A Reed Exhibitions pertence à Reed Elsevier Group, uma companhia listada entre as TOP 100 da Bolsa de Valores de Londres, e que apresentou em 2010 um total de £6,071Bi e resultados ajustados de £1,706 Bi. O Grupo Reed Elsevier é líder na geração de soluções de informação profissional nos setores Científico, Médico, Legal, Análise de Riscos, de Negócios em Geral.
Para maiores informações: www.reedalcantara.com.br

Nenhum comentário: