16 de ago de 2012

Escritores Paulo Lins e Ferréz, da Editora Planeta, batem um papo na 22ª Bienal do Livro de São Paulo

Autor de “Desde que o samba é samba”, Paulo Lins participa nesta quinta (dia 16) do encontro “Escritores de Periferia”, no Salão de Ideias, ao lado de Ferréz, que recentemente lançou “Deus foi almoçar”
Com 204 m2 e 400 títulos à venda, o stand da Editora Planeta vem sendo um dos mais animados da 22ª BienalInternacional do Livro de São Paulo, que começou no último dia 9 e segue até 19 de agosto no Pavilhão de Exposições do Anhembi, região Norte da capital paulista. Os autores Augusto Cury, Arievaldo Viana e Aline Abreu, entre outros, já passaram pelo local (stand G54), e Padre Fábio de Melo e a banda Restart também irão autografar seus livros por lá.
Já o carioca Paulo Lins, autor de Desde que o samba é samba, e o paulistano Ferréz, de Deus foi almoçar, se encontrarão às 14h desta quinta-feira (dia 16) no Salão de Ideias da Bienal (stand K80). O tema do bate-papo, que será mediado por Lázaro de Oliveira, é Escritores de Periferia, e as senhas serão distribuídas duas horas antes do evento. No mesmo dia, a partir das 10h30, a jornalista Luciana Savaget fala da sua nova aventura infantojuvenilOperação Galápagos, no Espaço de Leitura FNDE/MEC.
No stand da Planeta, vários novos títulos da editora estão à disposição dos visitantes. Entre eles: Nada a perder, o primeiro de três livros de memórias que o bispo Edir Macedo publica pela Planeta; Despertar, lançamento mundial da jovem autora best-seller norte-americana Amanda Hocking; e o aguardado De carona com Restart, livro da adorada banda pop brasileira, recheado de fotos inéditas e depoimentos do quarteto. Livros recém-lançados, como O colecionador de lágrimas (Augusto Cury), Orfandades (Pe. Fábio de Melo), Desde que o samba é samba (Paulo Lins) e Deus foi almoçar (Ferréz), também têm lugar de destaque.
Sobre os autores:
Paulo Lins estreou na literatura com o livro de poesias Sobre o sol, lançado pela UFRJ em 1986. Morou no Rio de Janeiro, no bairro Cidade de Deus, e ali se dedicou à pesquisa antropológica a respeito da criminalidade e das classes populares que resultou no livro Cidade de Deus, lançado em 1997. Em 2002, o livro foi adaptado para o cinema por Bráulio Mantovani e com direção de Fernando Meirelles, e em 2004 o longa-metragem recebeu quatro indicações ao Oscar. Paulo Lins também trabalha como roteirista. Redigiu episódios da série Cidade dos homens, da TV Globo, e o roteiro do filme Quase dois irmãos, de Lúcia Murat. Atualmente, o autor trabalha junto ao diretor Luiz Fernando Carvalho (Lavoura arcaica, Os Maias) na série Subúrbia, que a Globo deve estrear no final de 2012.
Ferréz (Reginaldo Ferreira da Silva) nasceu em 1975 no Capão Redondo, região periférica da cidade de São Paulo, onde vive com a mulher e a filha. Começou a escrever aos 12 anos de idade. Antes de se dedicar à literatura, trabalhou como balconista, auxiliar-geral e arquivista. Apelidado pelos leitores de “romancista da traição”, já teve seus livros publicados na Itália, Alemanha, Portugal, Espanha e Estados Unidos, além do Brasil.

22ª Bienal Internacional do Livro
Aberta ao público de 9 a 19 de agosto
Editora Planeta na Bienal: stand G54  http://www.editoraplaneta.com.br 

Pavilhão de Exposições do Anhembi
Av. Olavo Fontoura, 1209, Santana, São Paulo, SP
Site oficial do evento: http://www.bienaldolivrosp.com.br


Nenhum comentário: