12 de jun de 2012

André Parisi se apresenta no projeto Música para Todos


CLARINETISTA E COMPOSITOR ANDRÉ PARISIMOSTRA
SEU CHORINHO COM INFLUÊNCIAS DIVERSAS



O compositor e clarinetista André Parisi é a última atração do mês de abril do projeto Música Para Todos, shows gratuitos que acontecem de março a junho deste ano. Uma parceria do Teatro Coletivo e da Cooperativa de Música de S. Paulo, o evento reuniu, entre agosto e novembro de 2011, músicos como Arrigo Barnabé, Nhocuné Soul e Vânia Bastos. Na atual temporada, estão Maurício Pereira, Izabel Padovani, Nô Stopa, dentre outros.


A música de André tem a forma e linguagem tradicionais do choro, com seus instrumentos característicos. O que é novo, então, no seu trabalho? A mistura. O compositor e arranjador paulistano insere influências cosmopolitas no seu ‘chorinho’. Uma dose de ‘blue note’, um quê da harmonia de bossa nova,  um pouco de baião, frevo e samba. Tudo sem esquecer a gênese do ritmo em nomes como Pixinguinha, Jacob do Bandolim e Chiquinha Gonzaga.

André é bacharel em música pela Faculdade Santa Marcelina (2003). Iniciou seus estudos musicais em 1993 como violonista e guitarrista com Chico Pinheiro e na clarineta em 1999, com Luca Reale (Nouvelle Cuisine). Atualmente é também integrante da Orquestra de Tango De Puro Guapos.

O conjunto Língua BRasileira, grafado assim para acentuar o BR, além de André, é formado por Gabriel Deodato (violão 7 cordas), Ângela Coltri (flauta), André Kurchal (pandeiro) e Júlio César (cavaquinho). A inspiração para essa formação vem de regionais como o de Pixinguinha e Jacob do Bandolim. Como fez Pixinguinha, por exemplo, os dois sopros (clarinete e flauta) dialogam a melodia e o contraponto, enquanto o cavaquinho, o violão e o pandeiro, como no choro antigo, fazem acompanhamento e também são solistas.

Para esta apresentação, no Teatro Coletivo,  André vai de um pólo a outro. Tem desde choro tradicional (Zigue-zague e Um pé atrás do outro), até os mais ousados harmonicamente (Bagaço de limão e Tiro e queda); choro-canção (Suspiro de saudade e A meu velho pai) e ainda um choro escrito para pandeiro (Cozinha temperada).

Serviço:
Evento Grátis
André Parisi & Língua BRasileira
27/04/12 – sexta - 22h30 - Grátis (retirar ingresso meia-hora antes do show)
Teatro Coletivo (Rua da Consolação, 1623, t.: 3255-5922) – Duração - 1h15
Capacidade: 120 lugares - Acesso para deficientes – Faixa Etária: 12 anos
www.teatrocoletivo.com.br – Est. conveniado: R. da Consolação 1681 (R$ 8,00)
Apoio Cultural: Governo do Estado de São Paulo - Programa de Ação Cultural 2012

Nenhum comentário: