12 de jun de 2012

Germer Porcelanas apoia ação antidrogas do Governo do Paraná

Aproximadamente 14 toneladas de drogas foram queimadas na empresa, que recebeu a presença do governador do Estado Beto Richa 



A Germer Porcelanas Finas, localizada em Campo Largo (PR), foi sede na tarde desta terça-feira (12) da incineração de aproximadamente 14 toneladas de drogas, resultantes de uma ação antidrogas do Governo do Estado do Paraná.

Durante o evento, que aconteceu às 15h, estiveram presentes o Governador Beto Richa, o Delegado Geral da Policia Civil Marcus Vinicius Michelotto, o Secretário de Segurança Pública Reinaldo de Almeida César, o chefe da Divisão Policial do Interior Julio Cesar dos Reis, a delegada de Campo Largo Gisele Mara Durigan, a delegada da Divisão Estadual de Narcóticos Camila Cecconello, entre outras autoridades e representantes da Segurança Pública.

Na ocasião, o Diretor Presidente da Germer, Antonio Jurandir Girardi, mostrou a satisfação em participar da queima dos entorpecentes e apoiar a ação de combate às drogas que está sendo realizada pelo Governo do Paraná. "A Germer sempre se preocupou com o bem estar da sociedade. Esta ação que aconteceu hoje em nossa fábrica demonstra que o Paraná está no caminho certo para promover a segurança e a saúde de todos os cidadãos. Estamos muito orgulhosos de participar dessa queima que serve de exemplo para todos, inclusive para os nossos colaboradores e familiares", comenta Girardi.

Durante seu discurso, Beto Richa reafirmou a importância dessa ação e de todo investimento que tem sido feito para segurança em todo o estado. "A droga traz efeitos devastadores, acaba com o futuro do jovem e das famílias. Essas ações estão contribuindo com a segurança da população, principalmente com ênfase no combate às drogas", afirma o governador. Ele ainda agradeceu a Germer em nome de todos os paranaenses pela preocupação e apoio. "A Germer nos ofereceu um apoio fundamental, só temos a agradecer a disponibilidade e por oferecer os fornos para a queima das drogas nessa ação tão importante", completou.

O Delegado Geral da Policia Civil Marcus Vinicius Michelotto completou que o objetivo é fazer um ato emblemático para mostrar o resultado das ações, que é motivo de comemoração, "um brinde à vitória dos policiais contra o crime organizado".

Sobre as drogas: As drogas (Maconha, Cocaína, Crack, Haxixe e LSD) foram avaliadas em R$ 15,9 milhões; mas que poderiam ter um valor ainda maior devido a mistura que é feita no "mercado". Esse é o resultado de apreensões realizadas durante seis meses pelas Policias Civil, Militar e Rodoviárias Estadual e Federal nas cidades de Apucarana, Foz do Iguaçu, Cascavel, Irati e também do Denarc (Divisão Estadual de Narcóticos) de Curitiba.

Segundo informações do Governo, foram queimadas cerca de três milhões de pedras de crack e cocaína, mas a maior quantidade destruída foi de maconha. Grande parte delas foi confiscada nas quatro etapas da Operação Liberdade. Para se ter uma ideia, somente em uma das operações foram presas 346 pessoas e apreendidos 300 Kg de entorpecentes.

Para essa ação estiveram envolvidos cerca de 30 policiais, de Apucarana, Foz do Iguaçu, Cascavel, viaturas da Denarc, do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), escolta por helicóptero e o caminhão que carregava toda a droga.



Site: www.germerporcelanas.com.br

Blog: www.germer.com.br/blog

Nenhum comentário: