4 de jun de 2012

DOMINGOS DE OLIVEIRA TEM MOSTRA DE FILMES DENTRO DO PROJETO CEMITÉRIO DE AUTOMÓVEIS 30 ANOS

DOMINGOS DE OLIVEIRA TEM MOSTRA DE FILMES DENTRO DO PROJETO CEMITÉRIO DE AUTOMÓVEIS 30 ANOS – ARTES DO SUBTERRÂNEO, BENEFICIADO PELO PROGRAMA MUNICIPAL DE FOMENTO AO TEATRO
Durante o mês de junho serão exibidos filmes do cineasta
Durante o mês de junho o projeto CEMITÉRIO DE AUTOMÓVEIS 30 ANOS – ARTES DO SUBTERRÂNEO realiza uma mostra de filmes do cineasta Domingos de Oliveira todas as quartas-feiras do mês, às 16h, com entrada franca, no Estação Caneca. A programação começa dia 6 de junho, com a exibição do filme Carreiras. No dia 13 de junho será exibido o filme Feminices.

A programação segue com a exibição dos filmes Separações, no dia 20 de junho e Amores, no dia 27 de junho. O Projeto CEMITÉRIO DE AUTOMÓVEIS 30 ANOS – ARTES DO SUBTERRÂNEO foi beneficiado pelo Programa Municipal de Fomento ao Teatro da cidade de São Paulo e reúne teatro, literatura, música, poesia, cinema, vídeo e fotografia, e conta com apresentações de peças, shows, oficinas e encontros.

Programação Mostra de filmes de Domingos de Oliveira:
06/6, Carreiras
13/6, Feminices
20/6, Separações
27/6, Amores

Para Roteiro:
Mostra de filmes de Domingos de Oliveira – Às quartas-feiras de junho, às 16h. Gratuito. Pegar senha 1 hora antes na bilheteria do Teatro. Sujeito à lotação da sala – 50 lugares.

ESTAÇÃO CANECA – Rua Frei Caneca, 384 – Consolação. Capacidade 50 lugares. Bilheteria funciona de quarta a domingo, uma hora antes do início das atividades. Acesso para deficientes. Ar condicionado. Estacionamento conveniado a R$8,00 ao lado. Café. Informações sobre o projeto e atividades: telefone 2371-5783 e site  http://www.cemiteriodeautomoveis.com.br/

Currículos:

Domingos Oliveira: Dramaturgo, cineasta e ator, nasceu no Rio de Janeiro, em 1936. Realizou, entre outros filmes: Todo Mundo tem Problemas Sexuais (2008), Juventude (2008), Carreiras (2006), Feminices (2005), Separações (2002), Amores (2007) Vida, Vida (1978), Teu Tua (1977), Deliciosas Traiçõies de Amor (1973), A Culpa (1971), É Simonal (1970), As Duas Faces da Moeda (1969), Edu Coração de Ouro (1967) e Todas as Mulheres do Mundo (1966).

Cemitério de Automóveis: Fundado em 1982, por Mário Bortolotto e Lázaro Câmara na cidade de Londrina (PR), com o nome de Grupo de Teatro Chiclete com Banana, passou a se chamar Cemitério de Automóveis a partir de 1987.  O Grupo já montou mais de quarenta espetáculos cumprindo várias temporadas em Londrina, Rio de Janeiro, Curitiba e São Paulo, onde está trabalhando desde 1996. Participou dos mais importantes festivais de teatro do país, colecionando uma galeria respeitável de prêmios. Com o espetáculo Medusa de Rayban, o grupo ganhou o Prêmio Mambembe de Melhor Ator Coadjuvante de 1997 (Everton Bortotti) e foi indicado para o Prêmio Shell de Melhor Autor de 1997 (Mário Bortolotto). Por Diário das Crianças do Velho Quarteirão, Mário Bortolotto recebeu a indicação para o Prêmio Shell de Melhor Autor de 1998. Em 2000, realiza a 1.ª Mostra de Teatro Cemitério de Automóveis, com 14 produções no Centro Cultural São Paulo. A mostra rende a Mário Bortolotto o Prêmio APCA Pelo Conjunto da Obra e o Prêmio Shell de Melhor Autor por Nossa Vida não Vale um Chevrolet.


Você pode ajudar  este projeto

Uma dramaturgia diferente que vai levar você para um mundo encantado com fatos reais.

Ajude a salvar a fauna e a flora apoiando este projeto que educa crianças e adultos de todo país por um mundo mais verde.


Nenhum comentário: