12 de jun de 2012

100% Vinil - DJ HUM NESTE SÁBADO NO ESPAÇO URUCUM


Um dos nomes mais respeitados dohip-hop paulistano, Dj Hum, se apresenta neste sábado no espaço Urucum
     Noite 100% vinil será abastecida por muito samba-rock, dancehall, reggae, flashback, afrobeat, hip-hop, acid jazz, soul e Rhythm and blues




O paulistano DJ Hum começou sua carreira nas batucadas com seu pandeiro, entre os amigos em de Ferraz de Vasconcelos, município da Região Metropolitana de São Paulo. Mas seu amor pela Black Music falou mais alto e Hum começou a desenvolver aos poucos seu talento como DJ promovendo alguns bailes, até que em 1986, decidiu apostar suas cartas no Hip-Hop ao lado do amigo e rapper “Thaíde”, nascendo assim a dupla considerada pioneira por muitos do Hip-Hop Nacional, “Thaíde e DJ Hum”. DJ Hum também é produtor musical e o fundador do grupo de rap “Motirô”, juntamente com o rapper e cantor black Lino Crizz, projeto este responsável em 2005 pelo hit a canção “Senhorita”, que emplacou nas paradas das FMs brasileiras no duo de Crizz e o rapper Cabal.



16/06/2012 – DJ HUM
Rua Cardeal Arcoverde, 1.598, Vila Madalena
Telefone:  2309-7409
Entrada: R$ 15 homem, R$ 12 mulher
Estacionamento: R$ 15,00
Abertura da casa: Terça às 20:00hs e sábado: a partir das 22:00hs
Domingos: Ver programação
Lugares: 200
Ar condicionado: Sim

Imprensa: Iara Filardi




SOBRE O ESPAÇO URUCUM

A fachada não revela muito, mas a movimentação, a partir da meia noite, entre as ruas Cardeal Arcoverde e Belmiro Braga, intriga boa parte dos frequentadores da Vila Madalena. O local é um tanto quanto escondido, quase um “achado” para os que procuram novidade na noite paulistana e é, ao final de uma longa escada, que a casa se revela com seus ambientes espaçosos – pista, galeria de arte e terraço. A ideia partiu de quatro amigos, dois deles músicos e todos na faixa dos 30 anos. Rodrigo, Zanga Reis, Gabriel e Xexa queriam mais que um bar na Vila Madalena, queriam um local que passasse clima de boteco, tivesse um bom palco para shows, área para os amigos apresentarem suas obras e um espaço aberto para um bom samba de roda e  partidas de sinuca.  Com o local perfeito nas mãos o quarteto então escolheu o nome que melhor definia o lugar –Urucum, que é uma pigmentação usada pelos indígenas principalmente em grandes festas.
A casa está dividida em dois andares. Após subir uma estreita escada, se chega ao salão onde fica o palco do Urucum. Subindo mais um lance de escada se chega ao terraço que tem bar, mesas,  sinuca e um quiosque de comida japonesa, que é uma parceria da casa com o restaurante Sushi Hall.
A programação do Espaço Urucum é bem eclética. “Sendo boa música, entra na programação”, conta  Zanga Reis. Já passaram pela casa Velha Guarda da Nenê de Vila Matilde, Alas dos compositores da Pérola Negra, Bukassa Kabengele, maestro André Marques e sua vitela brasileira, Soul Shakers, Gangsters, Projeto Vinagrete entre outros.
No cardápio Temakis (R$ 12,00), Especial Urucum – 9 sashimis, 6 sushis, 4 uramaki, 4 hossomaki (R$ 43,00), Carpaccio de salmão (R$ 28,00). Cerveja Norteña litrão (R$ 14,90), Balde com 4 garrafas de  Itaipava (R$ 20,00), Balde com 4 garrafas de Original (R$ 27,00), Mojito (R$ 13,00), Cachaças mineiras (R$ 5,50).
Queremos desenvolver e disseminar cultura, através da música, arte e suas vertentes. Conta Gabriel – O Urucum é um espaço em constante mudança que visa um bom atendimento aos clientes e artistas e um cardápio acessível. É um bar para paquerar, com gente bonita, público jovem e clima descontraído. Acredito que o sucesso da casa vem desse clima, não é um local elegante e caro, ao contrário, é boteco mesmo, mas com clima de balada. Finaliza o músico 
A casa abre de terça a sábado e também no último domingo de cada mês.










Nenhum comentário: