7 de mai de 2012

Janaína Jacobina revela que vai congelar seus óvulos


Imagem inline 1
  
Em consulta com sua ginecologista Christiane Curci Regis a apresentadora Janaína Jacobina revela que vai congelar seu óvulo a conselho de sua médica.
 
Jacobina tem 30 anos e não tem interesse em engravidar agora "Estou no auge da minha carreira, viajo muito e quero consolidar ainda mais o meu trabalho então não posso engravidar agora e como esse método é eficaz e mais seguro para a saúde do meu filho como congelar meu óvulo para futuramente engravidafr e ter uma gravidez saudável e sem futuros problemas para meu bebe". diz Jacobina
 
Já sua ginecologista explica que o congelamento de óvulos é o que as mulheres com carreira profissional estão aderindo a esse procedimento  para adiar a maternidade sem temer a pressão dos anos, a técnica disponível mobiliza mulheres de todas as idades. " Tudo começa como nos tratamentos de fertilização in vitro: a paciente se submete à aplicação de injeções de hormônios dez a doze dias consecutivos, para estimular os ovários a liberar vários óvulos. Com ajuda do ultra-som o médico acompanha passo a passo a movimentação desses óvulos, até estejam prontos para a próxima fase, a aspiração Mas, nessa etapa, em vez de serem fecundados e implantados no útero, os óvulos são recolhidos, examinados e, se forem saudáveis, congelados.Poderão vir a ser fecundados pelo sêmen de um pai adequado quando a mulher estiver em seu melhor momento, pessoal ou profissional. E isso pode acontecer em até 15 anos -tempo que, segundo os médicos, é possível manter as células congeladas em boas condições". explica Dra Chris
 
Janaína está decidida em congelar seu ovário, assim ela fica traquila e assim que estiver preparada engravidar sem ter problema nenhum.


 
 
 Saiba mais sobre esse procedimento:.
A idade limite para congelar óvulos é 37 anos -depois disso, a cada ano cresce proporcionalmente o risco de produzir células não saudáveis, com alterações cromossômicas.
Em muitos casos, manter o relógio biológico parado no tempo pode ser a melhor forma de ter um filho na hora certa. "A técnica traz uma esperança para as mulheres que passam por tratamento de câncer, já que a quimioterapia às vezes causa alterações na fertilidade, levando até a esterilidade", diz Christiane 
 
 Em boa hora 
A longo prazo, o congelamento de óvulos também pode resolver o problema do abandono de embriões congelados. Hoje existem clínicas de fertilização estocando mais de 5 mil embriões esquecidos, que não têm permissão legal para serem eliminados. Já o descarte de óvulos é permitido pela legislação brasileira.
Surge, ainda, a idéia de um banco de óvulos similar aos bancos de sêmen, estendendo a chance de ter filhos às mulheres estéreis -as que não produzem óvulos e as que não têm células saudáveis para a fecundação. No Brasil, não é permitido o comércio de óvulos, apenas a doação. Nos Estados Unidos, onde esse comércio é legalizado, existem bancos privados de óvulos.

Nenhum comentário: