15 de mai de 2012

Entrevista com a autora do livro Segredos, Tatiana Amaral

Confiram a entrevista concedida pela Tatiana Amaral, autora do livro Segredos, a Editora Baraúna. Nela, a autora nos conta um pouco sobre sua relação com a escrita, alguns segredinhos do livro e como foi a noite de lançamento, que ocorreu no dia 11 de maio na Livraria Cultura do Salvador Shopping.

Editora Baraúna: Quais eram suas expectativas quanto ao lançamento?
Tatiana Amaral: Eu esperei ansiosamente por este lançamento, afinal é o meu primeiro livro e eu tenho muito orgulho dele. É meio como um filho e vê-lo dar os primeiros passos me deixa muito emocionada. Como o livro já vinha sendo divulgado muito antes do lançamento eu acabei obtendo mais segurança, principalmente com o apoio do meu Fã clube. Ainda existe muito caminho pela frente, mas eu agora tenho certeza de que vai dar tudo certo.

E B: Como foi a noite de lançamento?
T A: A noite de lançamento foi mágica. Várias pessoas que eu não via há muito tempo apareceram para me prestigiar e muitos amigos que não estavam morando aqui em Salvador fizeram questão de estar aqui no dia. Acabou sendo um grande encontro de amigos o que fez com que eu ficasse mais tranquila. Fiquei muito feliz com a presença da presidente do fã clube, Adriana Gardênia, que veio de Brasília só para acompanhar o lançamento do livro e eu pude ter uma noção maior da importância da obra para estas pessoas. Fiquei muito feliz.

E B: O que você espera de agora em diante?
T A: Penso no lançamento como o começo de uma longa caminhada. Sei que muito ainda deve ser feito, mas não tenho poupado esforços para alcançar o sucesso do livro. Hoje eu vejo como se o mundo estivesse a meu favor e estou aproveitando todas as oportunidades.

E B: Você já está recebendo algum retorno do público quanto a Segredos? Qual a sensação?
T A: O retorno chegou mais rápido do que eu esperava. Na verdade já existia um grande público que aguardava ansiosamente junto comigo pelo lançamento, devido as “fics” que eu escrevo para alguns sites e quando o livro começou a ser vendido estas pessoas trataram logo de comprar. Recebi diversos depoimentos de pessoas que diziam ter amado o livro, que se envolveram com a história sentindo todas as alegrias e tristezas vivenciadas pelo Thomas e pela Cathy. É muito gratificante saber que as pessoas gostaram do livro. Quando eu comecei a escrever eu dizia que meu objetivo era fazer com que as pessoas criassem seus sonhos e hoje eu vejo que é exatamente assim que as pessoas se sentem. Para mim tem sido maravilhoso.

E B: Tem alguma parte favorita no livro que você possa nos contar?
T A: Eu adoro a história, mas realmente existem algumas partes que eu tenho mais carinho. Gosto muito da parte em que a Cathy mente para o Thomas dizendo que tem um encontro e ele descobre que na verdade era tudo mentira. Me diverti muito escrevendo esta parte. A que mais mexeu com meus sentimentos foi a parte em que eles brigam e ela foge dele. Fiquei muito tensa descrevendo o que eles sentiam, mas no final eu adorei o resultado.

E B: Os personagens são baseados em alguém que você conhece?
T A: Não. Mas eu poderia dizer que a minha imensa admiração pelo ator Robert Pattinson me ajudou a criar a imagem do Thomas.

E B: Quais foram suas inspirações?
T A: Com certeza a Saga Crepúsculo. Esta história a princípio era uma “fic”, baseada na saga, mas com o imenso sucesso, acabou se tornando um livro. Confesso que tenho muito que agradecer a Stephenie Meyer. Se eu não tivesse rompido a barreira do preconceito e lido os livros dela eu nunca teria me sentido a vontade para colocar todas as minhas histórias no papel. Eu amo ler, mas apenas quando li os livros da Saga eu pensei que seria possível para mim.

E B: Quando você começou a escrever?
T A: Desde pequena eu era envolvida com tudo ligado a arte. No inicio eu queria ser atriz, mas sempre acabava ficando com os roteiros. Escrever para um público grande foi meio que por acidente. Eu conheci as “fics” e pensei: “Eu posso fazer isso”, então procurei um site e disse que tinha uma história e enviei para eles. Na primeira semana a minha história ficou em primeiro lugar no site e assim foi até o seu último capítulo. O retorno das pessoas era imenso eu e senti a vontade para tornar a história um livro. Depois disso eu já escrevi outras histórias, como “Por mil anos” que está no site www.asmelhoresfic.com.br e este mês estarei com uma nova história, que está bem legal.

E B: Quando foi o seu primeiro contato com os livros?
T A: A leitura sempre fez parte da minha vida. Meus pais eram educadores e amavam ler. Graças a eles eu e todos os meus irmãos nos apegamos aos livros. Meus pais compravam livros infantis e contavam a história para a gente. Eu ficava fascinada. Hoje eu não posso ficar sem ter um livro ao meu alcance. Adoro ler!

E B: Quais são os seus livros favoritos? E autores favoritos?
T A: Estou lendo atualmente Memórias de uma Gueixa e já estou com Bel Ami na minha prateleira para quando terminar de ler o outro. Gostei de todos os livros do Dan Brown. Li os livros do Rick Riordan (Os olimpianos). Amo os livros da Stephenie Meyer, Anna Elliott e a trilogia de Tristão e Isolda. O incêndio de Tróia, da Marion Zimmer Bradley. Amei a trilogia Millennium, Perdida da Carina Rissi e amo muito a coleção Alma e sangue da Nazarethe Fonseca.

E B: Você pretende escrever mais livros?
T A: Claro! Escrever é um vício. Já estou quase acabando o segundo livro de Thomas e Cathy e tenho um projeto para um livro infantil. Também já tenho outro livro que está só aguardando o tempo certo para iniciar a sua construção. Acho que peguei o jeito e agora não paro mais.





-----------


Você ajudar apoiando este projeto - Podcantar 2012

Audições para cantores e cantoras solistas







Nenhum comentário: