5 de mai de 2012

Cerca de 30% dos brasileiros sofrem de algum tipo de alergia


 Resultado da sensibilidade do organismo a um agente causador, as alergias acometem cerca de 30% dos brasileiros, sendo 20% crianças, de acordo com dados da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (ASBAI). Segundo a Dra. Wilma Carvalho Neves Forte, Professora Titular de Imunologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e Coordenadora do Departamento de Imunopatologia da ASBAI-SP, as alergias mais frequentes dos brasileiros são as respiratórias, como a rino conjuntivite e a asma, causadas principalmente pelos ácaros do pó doméstico. “O ácaro da poeira doméstica contribui diretamente para essas alergias. Um agravante é o tabagismo, tanto ativo quanto passivo. A poluição também pode ser um agravante e, por isso, às vezes a pessoa sai de zona rural e quando chega à área urbana com poluição, piora da alergia.”, diz.
            Dentre os principais sintomas das alergias respiratórias estão espirros seguidos, coriza, obstrução nasal, olhos avermelhados, tosse e chiado no peito. O diagnóstico é importante, pois melhora em muito a qualidade de vida da pessoa. Geralmente são necessárias modificações no ambiente familiar, visando a retirada do pó doméstico. É preciso ainda um tratamento medicamentoso, com orientação médica. “Os pelos de animais, como os de cães e gatos, podem albergar ácaros, nesses casos, a higiene dos animais domésticos, como banhos semanais, pode ser suficiente. Soment e quando o próprio pelo do animal é a causa da alergia, é necessário retirá-lo de casa, mas isso é menos frequente”, fala a especialista.
            Sobre as alergias alimentares, a Dra. Wilma diz que, após comer o alimento causador da alergia, o indivíduo pode apresentar sintomas diferentes como diarreia, vômitos, urticária e outras lesões de pele, chiado no peito e até sintomas bem mais graves. “É importante determinar qual o alimento causador da alergia para evitá-lo nas próximas vezes”, comenta.
            A professora explica que as alergias podem ser controladas. Para isso, o paciente deve ter orientação médica sobre o que fazer no ambiente doméstico, na vida cotidiana e usar os medicamentos da forma correta, sendo algumas vezes necessária a imunoterapia, tratamento que torna a pessoa tolerante ao agente causador.

Sobre a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo: Tradicional instituição de Medicina, desde 1963, completará 50 anos em 2013. Atualmente, oferece também graduação em Enfermagem e Fonoaudiologia, além de vários cursos de especializações, mestrado e doutorado na Pós-Graduação. Em sua infraestrutura, apresenta importantes laboratórios como de Anatomia, Imunologia, Microbiologia, Farmacologia, Bioquímica, Técnica Cirúrgica, Fisiologia, Biologia Molecular, Cirurgia Experimental, Centro de Simuladores, além de ambulatórios, enfermarias e Centros Cirúrgicos do Hospital da Santa Casa conveniado com a Faculdade. Visite o site: www.fcmscsp.edu.br

Nenhum comentário: