28 de abr de 2012

Editora LeYa lança “Livro do Cabelo”, que traça panorama histórico e cultural do simbolismo por trás do cabelo


A OBRA, COM TEMA INÉDITO NO MERCADO, CHEGA ÀS LIVRARIAS EM ABRIL


Lava, penteia, seca, olha no espelho. Deixa crescer, corta, alisa, cacheia, ondula, raspa. Esses parecem ser hábitos e situações cotidianas no trato dos cabelos, mas na verdade, cada uma dessas ações está impregnada de significados. O cabelo, aquele monte de fios no topo da cabeça, é mais do que uma proteção contra o sol e um artefato de beleza. As madeixas, que já foram arma de encantamento de sereias, oferenda aos deuses, poções de feiticeiros, elemento de sedução, entre inúmeras outras coisas, são, na verdade, uma fonte preciosa para entender a história e o simbolismo universal da humanidade.
A editora LeYa lança em abril o “Livro do Cabelo”, da jornalista e pesquisadora Leusa Araujo. A obra, fruto de seis anos de pesquisa, retrata a história dos cabelos ao redor do mundo não apenas pelo viés da moda, mas sim do contexto e dos movimentos sociais por trás de cada novo estilo.
As histórias abordadas passam pela origem homem na savana africana; a “era” das perucas na aristocracia europeia; o momento histórico em que as mulheres deixaram os coques para trás e apostaram no estilo chanel, quando ficaram à mercê dos próprios recursos para sobreviver enquanto seus homens estavam lutando na guerra. E também pelos turbantes no Oriente Médio, a comemoração do primeiro corte de cabelo na China, e a escravidão na América, quando as tarefas eram determinadas de acordo com o tipo de cabelo.
A obra traça um panorama da diversidade de penteados, rituais e artefatos que acontecem a partir do cabelo, expõe teorias como a “teoria aquática”, que procura explicar por que os cabelos das mulheres começaram a ficar mais lisos e maiores do que o dos homens; a verdadeira história por trás do “Black is beautiful”, a ideologia por trás da semelhança entre John Lennon e Yoko Ono, as influências religiosas nos estilos, o lendário corte de cabelo de Elvis Presley, o formato da barba dos homens, a calvície, e diversas outras curiosidades históricas e culturais acerca do cabelo.
Ao longo das páginas, o “Livro do Cabelo” deixa claro que nem mesmo uma escovada é dada de forma aleatória. A obra conta com o apoio de Seda (uma marca Unilever).
Ficha Técnica
Título: Livro do Cabelo
Autora: Leusa Araujo
Formato: 21 x25 cm
Páginas: 208
Preço: R$ 69,90

Sobre a autora:
Leusa Araujo é escritora e jornalista. Estreou na literatura em 1994.  O Livro do Cabelo é seu segundo título de não-ficção, depois de Tatuagem, Piercing e outras mensagens do corpo (2005), altamente recomendável pela FNLIJ e selecionado para o Programa Mais Cultura, da Biblioteca Nacional. Entre outras obras: Náufragos Emergentes- seis histórias ordinárias (2010) Ordem, Sem Lugar, Sem Rir, Sem Falar (2010); e A cabeleira de Berenice (2006). indicado para o Prêmio Jabuti  na categoria melhor livro infanto-juvenil e Seleção FNLIJ Catálogo de Bolonha 2006.
É editora de texto e pesquisadora dos livros ChicChic Homem (Senac),Chic[érrimo] e Alô. Chics! (Ediouro) de Gloria Kalil; Maquiagem, de Duda Molinos (Senac) , entre outros nas áreas de moda, beleza e comportamento. Atualmente trabalha como pesquisadora para teledramaturgia.

Nenhum comentário: